quarta-feira, 31 de julho de 2013

- CONHECENDO OS ANIMAIS A LUZ DO ESPIRITISMO. - CHICO XAVIER E OS ANIMAIS. BRINQUINHO E OS ESPÍRITOS. - ARIOVALDO CAVERSAN e GEZIEL ANDRADE.


                     

             CHICO XAVIER E OS ANIMAIS.

             BRINQUINHO E OS ESPÍRITOS.

            A reunião na cozinha para o gostoso cafezinho preparado com especial cuidado por tia Elith - Elith vilela, irmã de nosso benfeitor Eurípedes Barsanulfo, companheira muito querida dos trabalhos na Comunhão - é para nós lembrança das mais tenras.
            Vivemos momentos de muita fraternidade, naqueles primeiros tempos de nossas atividades, quando o Chico ainda podia nos fazer companhia ao café, após o longo e estafante trabalho com o receituário.
            O assunto naquela noite de 26 de fevereiro de 1962 foi o Brinquinho, o cachorro amigo da casa (o cão de estimação do Chico). Ele esta doente. Chico muito apegado ao animal pediu a colaboração do Dr. Cássio, nosso bondoso inesquecível amigo Dr. Cássio Noronha, falecido há poucos meses, em Uberaba, de forma tão violenta, e em nada condizente com a vida de paz e amor por ele exemplificada juntamente com sua abnegada esposa, senhora Altiva Noronha.
            Dr. Cássio constatou que se tratava de uma contusão, provavelmente uma pedrada.
            O assunto ensejou ao Chico a oportunidade de nos contar as façanhas do Brinquinho. As quartas-feiras quando o médium ia receber mensagens no recinto do receituário, o Brinquinho aparecia por lá. Batia à porta, esperava o Chico abrir e deitava-se quietinho, enquanto o trabalho de psicografia se processava. Assim que o espírito comunicante se afastava, Brinquinho levantava-se e aguardava o Chico à porta, pois sabia que o trabalho estava findo e que o médium deixaria o recinto.
            Na mesma noite o Chico contou-nos também que o espírito de André Luiz levou-o a um mundo mais adiantado que a Terra, onde os habitantes reúnem os macacóides mais inteligentes e treinam os mesmos para os trabalhos mais rudes. Lá os macacos são pedreiros, constroem casas, etc. desse modo, não há muita disparidade de profissão entre os homens propriamente ditos. Estes podem dedicar-se mais ao estudo e aprofundar-se nas pesquisas do Cosmos.

Fonte: Folha Espírita em Revista - Editora Folha Espírita - São Paulo, SP. - 1977.


                                   RHEDAM. (rhedam@Gmail.com)

- VULTOS DO ESPIRITISMO. - “SIR” ARTHUR CONAN DOYLE. ARIOVALDO CAVERSAN e GEZIEL ANDRADE.

                                    

     
                     “SIR” ARTHUR CONAN DOYLE


            Nasceu em Edimburgo, Inglaterra, a 22/5/1859, tendo desencarnado em Cowborough (Sussex), no mesmo país, no dia 7/7/1930.
            Dada a projeção do seu nome em todo o mundo, Arthur Conan Doyle tornou-se um dos mais renomados espíritas deste século, devendo-se a ele apreciável parcela da penetração que o Espiritismo nos países de língua inglesa.
            Médico e novelista, foi precursor dos métodos científicos de pesquisa policial e admirável historiador, tendo sido criador se Sherlock Holmes.
            No dia 2/7/1887, fez publicar na revista inglesa Light uma carta dirigida ao seu diretor, delineando as razões de sua conversão ao Espiritismo, manifestando a sua profunda compreensão dos postulados da Terceira Revelação.
            São de sua autoria as obras: História do Espiritismo  A Nova Revelação, - a Mensagem Vital, Memórias e Aventuras. 
            Escreveu ele:  Enquanto considerei o Espiritismo como ilusão vulgar de ignorantes, tratei-o com desprezo, mas quando o vi apoiado por sábios como Crookes, o maior químico inglês, poe Wallace, o rival de Darwin, e por Flamarion, o mais conhecido dos astrônomos, não pude mais desprezá-lo”.

Fonte:Manual e Dicionário Básico de Espiritismo - Ariovaldo Caversan e Geziel Andrade - 2a. Edição - Editora e Gráfica do Interior / ABC do Interior.- Capivari, SP. Outubro de 1988.

                                               RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- NOTAS ESPIRITUAIS. - ORAÇÃO. - MENSAGEM DE ANDRÉ LUIZ. (CHICO XAVIER.)

                                

            MENSAGEM DE ANDRÉ LUIZ. (CHICO XAVIER.)

                                                       ORAÇÃO.

“Cultive o hábito da oração. A prece é luz na defesa do corpo e da alma”.         
                                              
                                                                                   André Luiz. (Chico Xavier)


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- POEMAS ESPÍRITAS. - PARNASO DE ALÉM TÚMULO. - SONETO. ANTERO QUENTAL. (CHICO XAVIER.)

                             

                                               SONETO.

                        Mais se afunda a chega da amargura
                        Quando reflexiono, quando penso
                        No mar humano, escapelado e imenso,
                        Onde se perde a luz em noite escura...

                        Nesse abismo de treva e benção pura,
                        Do espírito de amor ao mal infenso,
                        Sente o assédio do mal. É o contra-senso
                        Da luz unida à lama que a tortura.

                        Mais se aumenta a chaga dolorida,
                        Escutando o soluço cavernoso
                        De pobre Humanidade escravizada;

                        Sentindo o horror que nasce dessa vida,
                        Que se vive no abismo tenebroso,
                        Cheio de pranto da alma encarcerada!

                                                                                  - ANTERO DE QUENTAL.

            Nascido na ilha de São Miguel nos Açores, em 1842, e desencarnou por suicídio, em1891. É vulto eminente e destacado nas letras portuguesas, caracterizando-se pelo seu espírito filosófico.

            Fonte: PARNASO DE ALÉM - TÚMULO - CÁRMEN CINIRA - Chico Xavier- Editora FEB. Rio de Janeiro RJ - 1935.

                                               RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

terça-feira, 30 de julho de 2013

- ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS. - CAPÍTULO. III. - CRIAÇÃO. - PLURALIDADE DOS MUNDOS. - Questão. Nº. 57. - ALLAN KARDEC.


                              
         
                  O LIVRO DOS ESPÍRITOS.                    

                                   CAPÍTULO. III.

                                         CRIAÇÃO.

                PLURALIDADE DOS MUNDOS.

            Questão. Nº. 57. – A constituição física dos mundos não sendo a mesma para todos, seguir-se-á tenham organização diferente os seres que os habitam?

            - Sem dúvida, como para vós os peixes são feitos para viverem na água e os pássaros no ar.

Fonte: “O LIVRO DOS ESPÍRITOS” - Allan Kardec - 54 a. Edição - Editora LAKE - São Paulo, SP - 1994.


                       RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- DIVULGAÇÃO DO LIVRO ESPÍRITA. - BANCA DO LIVRO ESPIRITA DE PIRACICABA.

                                 

VISITE A BANCA DO LIVRO ESPÍRITA DE SUA CIDADE.


   BANCA DO LIVRO ESPIRITA DE PIRACICABA.


                                   Rua Treze de Maio, 555 - Centro.


                              Praça Tibiriçá - Piracicaba - SP 13400-000


                                   Fique Sócio do Clube do Livro Espírita:


                                               (19) 3402-8022


Visite os sites:

                                   www.usepiracicaba.com.br

                                   www.use-sp.com.br

                                   www.febnet.org.br

                                   www.editoraeme.com.br

                                   www.booknet.combr/?editoras/petit.htm

                                   www.ideeditora.com.br

                                   www.folhaespirita.com.br

                                   www.midiaespirita.com.br

                                   www.editoraalianca.org.br

                                   www.oclarim.com.br

                                   www.radioboanova.com.br

                                   www.respirita.com.br

- NOTAS ESPIRITUAIS. - BENÇÃO. - MENSAGEM DE ANDRÉ LUIZ. (CHICO XAVIER.)

                  

 MENSAGEM DE ANDRÉ LUIZ. (CHICO XAVIER.)

                                       BENÇÃO.

                    “Na benção, não te esqueças dos outros”.                
                                              
                                                                       André Luiz. (Chico Xavier)


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- A ARTE DE VIVER COM... - VIVER. - N º. 118. - Dr. HUMBERTO. (Dr. Carlos.)

           

                       VIVER.

“Vive em paz com todos os homens se for possível e tanto quanto puderes fazê-lo”. - Paulo. (Romanos, 12:18).

            A Humanidade no final do Século XX tornou-se globalizada em questões econômicas, financeiras, culturais, desenvolvendo uma livre iniciativa entre países dos mais diversos blocos culturais, sociais e econômicos dos vários continentes.
            Muitos deles internamente disputam o poder entre irmãos da mesma terra, visando exclusivamente escravizar e até massacrá-los impondo seu modo de viver através de formas autoritárias para com minorias raciais que habitam regiões diferentes das suas nos mesmos países, grupos que falam dialetos diferentes, que possuem outros hábitos culturais, religiosos e sócias aos seus e que acreditam que o seu Deus seja melhor e diferentes do Deus dos outros.
Quando não conseguem convencer os seus coo-cidadãos com o diálogo em prol de seus interesses começam a investir com a força das armas expondo a sua ira para tudo conseguirem desses oprimidos.
Em todos os canais da mídia lemos, ouvimos, vemos, noticias em que exércitos combatem pessoas ditas como rebeldes aos regimes em questão em busca da “PAZ”. Será está a “PAZ” desejada pela a Humanidade?
Como poderão sentir a “PAZ” ouvindo rugidos de canhões?
Não é essa “PAZ” que os homens desejam. O som que todos gostariam de ouvir é o som de um afinado violino tocando partituras que enobrece as almas, proporcionando a “PAZ” verdadeira ao coração, ao Espírito e a vida..
Em outros locais, mães e familiares gritam clamando por proteção e socorro aos seus filhos e entes queridos, perdidos nos vícios ou sendo exterminados por atitudes violentas de pessoas com mentes mal influenciadas para cometerem crime horrendo dilacerando lares e destruindo esperanças futuras de jovens criaturas.
Também não é esse o som que a humanidade espera ouvir. O som que todos esperam ouvir é o som de um coral espiritual com vozes afinadíssimas que envolvem a todos em som, luz, energia e beleza, transformando essas vidas em almas pacificas.
A Humanidade não quer mais ouvir gemidos de dor e fome, e, sim sons de gratidão aos céus pelas bênçãos recebidas da saúde, do alimento, do leito confortável para descansar, das crianças sorrindo sem correrem risco de serem assassinadas, os sons que toda a Humanidade deseja é o som do amor entre os povos, é o som dos risonhos anciãos aproveitando seus dias gloriosos na terra curtindo uma paz real sem desgosto e mágoas a serem lembradas.
Mas como conseguiremos essa “Paz”?
Basta lembrar que essa Paz existe no coração, na vida, de todos aqueles que amam à Deus, amando os seus irmãos, com o coração livre de egoísmo, de orgulho, de ressentimentos para com todos os homens.
            Paulo nos disse: - “Vive em paz com todos os homens se for possível e tanto quanto puderes fazê-lo”. Esse ensinamento nos mostra o quanto devemos nos esforçarmo-nos para conquistarmos a tão almejada paz, aquela propalada por Jesus Cristo quando nos disse: - “Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz, não vô-la dou como o mundo dá...., é a paz da brandura, da cooperação, do respeito, do amor, já justiça e da caridade entre os homens.

            Benditos todos os que propagam a Paz em nome do Cristo, Jesus.

                                                                                              Dr. HUMBERTO.

(Mensagem recebida em Piracicaba, SP, em 31 de julho de 2013, às 15,50 horas, pelo Médium, Dr. Carlos).


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM PARA O DIA 02 DE AGOSTO.


                          

                Mensagens do Mês de Agosto Dia: 02

“Sem o amor, a caridade desapareceria da vida, tanto quanto sem caridade o amor feneceria no mundo.”

JOANNA DE ÂNGELIS.

                                    NÃO AS PALAVRAS.

            “Mas em breve irei ter convosco, se o Senhor quiser, e então conhecerei, não as palavras dos que andam inchados, mas a virtude”. – Paulo. (I Coríntios, 4:19.)

            Cristo e os seus cooperadores não virão ao encontro dos aprendizes para conhecerem as palavras dos que vivem na falsa concepção do destino, mas cível da construção evangélica.
            É indubitável que o Senhor se interessará pelas obras; contudo, toda vez que nos reportamos a obras, geralmente os ouvintes somente se lembram das instituições materiais, visíveis no mundo, ricas ou singelas, simples ou suntuosas.
            Muita vez, as criaturas menos favorecidas de faculdades orgânicas, qual o cego ou aleijado, acreditam-se aniquilada ou inúteis, ante conceituação dessa natureza.
            É que, comumente, se esquece o homem das obras de santificação que lhe compete efetuar no próprio espírito.
            Raros entendem que o necessário manobrar pesados instrumentos da vontade a fim de conquistar terreno ao egoísmo; usar enxada de esforço pessoal para o estabelecimento definitivo da harmonia no coração. Poucos se recordam de que possuem idéias frágeis e pequeninas acerca do bem e que é imprescindível manter recursos íntimos de proteção a esses germens para que frutifiquem mais tarde.
            É lógico que as palavras dos que não vivem inchados de personalismo serão objeto das atenções do Mestre, em todos os tempos, mesmo porque o verbo é também força sagrada que esclarece e edifica. Urge, todavia, fugir aos abusos do palavrório improdutivo que menospreza o tampo na “vaidade das vaidades”.
            Não olvides, pois, que antes das obras externas de qualquer natureza, sempre fáceis e transitórias, tens por fazer a construção íntima da sabedoria e do amor, muito difícil de ser realizada, na verdade, mas, por isto mesmo, sublimada e eterna.    

                                                                       Emmanuel. (Chico Xavier).

            Fonte: Livro “VINHA DE LUZ”. – EMMANUEL. – Psicografado. Por FRANCISCO C. XAVIER - 10 º. Edição - Editora FEB - Rio de Janeiro - 1982.


                                   RHEDAM.(rhedam@gmail.com)

- PROBLEMAS DE DROGAS EM SUA FAMÍLIA OU AMIGOS? - PROCURE O NAR-ANON. - / - N º. 85. - APOIO FRATERNO. - Auxiliando Almas a Vencer a Dependência Química. - DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS.- SOLVENTES. - GRUPO APOIO FRATERNO.

                    
                
                          APOIO FRATERNO.

               Auxiliando Almas a Vencer a Dependência Química.
  
 DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS.

            Os SOLVENTES (colas, éter, clorofórmio, lança-perfumes, removedores, tintas, liquido para isqueiros e aerossóis).

            São substâncias que se evaporam à temperatura ambiente, sendo, portanto, cheiradas pelos usuários.

            O uso freqüente pode causar problemas físicos nos rins e no fígado. È discutível se pode causar lesões cerebrais permanentes. Sua utilização pode colocar o indivíduo em situações de perigo como, por exemplo, risco de morte por sufocação quando o solvente é utilizado colocando um saco plástico na cabeça; ou quando, na tentativa de não ser visto usando a droga, o usuário vai para lugares altos, próximo a rios ou lagos, avenidas com tráfegos intenso: dependendo do tipo de solvente, por exemplo, corretivos de maquinas de escrever e alguns aerossóis, pode ocorrer a morte mesmo na primeira vez que são usados.

            Os efeitos do uso são sonolência, euforia, distorções e confusões mentais, tosse, secreção nasal, náuseas, vômitos, dores musculares, fala pastosa, visão dupla, perda do controle muscular.

            No uso prolongado ocorrem tentativas de suicídio e problemas neuropsiquiátricos.

            A superdosagem leva à depressão respiratória e parada cardíaca.

            Os Espíritos cuja influência é repelida pela vontade do homem renunciam às suas tentativas?

            “Que queiras que fizessem? Quando não há nada a fazer,eles cedem o lugar. Entretanto, espreitam o momento favorável, como o gato espreita o rato.” (O Livro dos Espíritos, questão 468) 

            Fonte: Livro APOIO FRATERNO - Edson Luis dos Santos Cardozo e Autores Diversos - 3ª edição - Grupo Espírita Seara Do Mestre - Santo Ângelo, RS - Julho 2010.


                        RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM SOBRE A CRIANÇA. - N º. 85. - AUTORIDADE DOS PAIS ESPÍRITAS. - DISCIPLINA. - JOAMAR ZANELINI NAZARETH.


                         
                        
      AUTORIDADE DOS PAIS ESPÍRITAS.

                                            DISCIPLINA.

                        No Antigo Testamento, em “Provérbios”, encontramos um sábia exortação: “Quem poupa a vara, odeia seu filho; que o ama, castiga-o na hora”.
                        Obviamente, não devemos entender a vara como símbolo de violência, mas sim, como nosso companheiro Walter Barcelos em A corrigenda dos filhos, “a vara, segundo o evangelho, deve ser: a disciplina, a energia, a vigilância, a análise das más tendências, seguida de agentes reparadores, a orientação evangelizada, a palavra amorosa e firme nas decisões, o sim e o não no momento certo, a ordem paterna que leve ao cumprimento dos deveres”.
                        Tanto o abuso quanto a falta de autoridade geram situações equivocadas, desaguando na insatisfação dos filhos ou dos pais.


Fonte: Livro “UM DESAFIO CHAMADO FAMÍLIA” – Autor Joamar Zanolini Nazareth. – 3ª. Edição. – Minas Editora. – Araguari, MG. – 2000.


                                               RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- NOTAS ESPIRITUAIS. - VALORIZE O TEMPO. - MENSAGEM DE ANDRÉ LUIZ. (CHICO XAVIER.)

                            

     MENSAGEM DE ANDRÉ LUIZ. (CHICO XAVIER.)

                                 VALORIZE O TEMPO.

            “Valorize os minutos. Tudo volta, com exceção da hora perdida”.
           
                                                                       André Luiz. (Chico Xavier)

                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM PARA MEDITAR. - N º. 113- LEITURA. - ALLAN KARDEC.

                               

                                                 LEITURA.

 “As brochuras, os jornais, os livros, as publicações de toda espécie são meios poderosos de introduzir a luz por toda parte, mas o mais seguro, o mais íntimo e o mais acessível a todos é o exemplo da caridade, a doçura e o amor”.                                               



Allan Kardec.

            Fonte: Obras Básicas da Doutrina Espírita.

                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

segunda-feira, 29 de julho de 2013

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - QUINTA FEIRA.

                                    A ARTE DE VIVER COM...

                                TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

                                    ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                                                    QUINTA FEIRA.

                 1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

                 2 o. - PARA MEDITAR COM TEMAS DO ESPIRITISMO
                        - PENSAMENTOS DE AUTORES DIVERSOS.

                 3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

                 4 o. - MENSAGEM SOBRE A CRIANÇA.

                 5 o. – MENSAGEM DE AUXÍLIO NO TRATAMENTO DA
                          CO-ADICÇÃO.

                                                                                               RHEDAM.


                                               RHEDAM..(rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM PARA O DIA 01 DE AGOSTO.


                    

             Mensagens do Mês de Agosto Dia: 01

“De todos os lados, invariavelmente, chegarão apelos que nos convidam à deserção. Elogios e injúrias, pedradas e incenso aparecerão, decerto, como procurando entorpecer-nos a consciência, no entanto, a cavaleiro de uns e de outros, é imperioso recordar o Divino Mestre, na pessoa do próximo, e buscá-lo sem pausa, através do bem incessante.”

BATUÍRA.

                       EM NOSSO TRABALHO.

            “Porque toda a casa é edificada pro alguém, mas o que edificou todas as coisas é Deus”. - Paulo. (HEBREUS, 3:4.)

            O Supremo Senhor criou o Universo, entretanto, cada criatura organiza seu mundo particular.
            O Arquiteto Divino é o possuidor de todas as edificações, todavia, cada Espírito constrói a habitação que lhe é própria.
            O Doador do Infinito Bem espalha valores ilimitados na Criação, contudo, cada um de nós outros deverá criar valores que nos sejam inerentes à personalidade.
            A natureza maternal, rica de bênçãos, em toda parte constitui a representação do patrimônio imensurável do Poder Divino e, em todo lugar, onde exista alguém, aí palpita a vontade criadora do homem, que é o herdeiro de Deus.
            O Pai levanta fundamentos e estabelece leis.
            Os filhos contribuem na construção das obras e operam interferências.
            É compreensível, portanto, que empenhemos todo o cuidado em nosso esforço individualista, nas edificações do mundo, convictos de que responderemos pela nossa atuação, todos os quadros da vida.
            Colaboremos no bem com o entusiasmo de quem reconhece a utilidade da própria ação, nos círculos do serviço, mas sem paixões destruidoras que nos amarrem às ilhas do isolacionismo.
            Apresentemos nosso trabalho ao Senhor, diariamente, e peçamos a ele destrua as particularidades em desacordo com os seus propósitos soberanos e justos, rogando-Lhe visão e entendimento.
            Seremos compelidos a formar o campo mental de nós mesmos, a erguer a casa de nossa elevação e a construir o santuário que nos seja próprio.
            No desdobramento desse serviço, porém, jamais nos esqueçamos de que todos os patrimônios da vida pertencem a Deus.

                                                                       Emmanuel. (Chico Xavier).

            Fonte: Livro: “VINHA DE LUZ” - EMMANUEL - Psicografado Por FRANSCICO C. XAVIER - 10º. Edição - Editora FEB - Rio de Janeiro - 1982


                                   RHEDAM.(rhedam@gmail.com)

- EVENTOS ESPÍRITAS DO MÊS DE AGOSTO:

   EVENTOS ESPÍRITAS DO MÊS DE AGOSTO:

- 05/08/1907. - Foi fundado o Centro Espírita Fé e Caridade, na cidade de Rio Claro, SP. (2)

- 06/08/1908. -  Fundado o Centro Espírita do Calvário ao Céu, na cidade de Bebedouro, SP. (2)

- 08/08/1888. - Fundou-se o Centro Espírita João Batista, em Amparo, município de Nova Friburgo, RJ. (2)

- 10.08.1893.  Neste dia, foi lida no Congresso Nacional uma representação assinada por alguns espíritas ilustres da época, entre eles o Dr. Bezerra de Menezes, o Dr. Dias da Cruz e o Senador Pinheiro Guedes.
            Pedia-se à distinta assembléia reconhecer a inconstitucionalidade do Código Penal na parte relativa ao Espiritismo.
            O Presidente do congresso remeteu a representação à comissão Revisora do Código Penal para que a tomasse em consideração. (3)

- 14/08/1905. - Fundaram o periódico espírita, O Clarim, em Matão,SP. (2)

- 16//08/1886. - A data de 16 de agosto de 1886 tornou-se memorável na História do Espiritismo no Brasil, por um acontecimento que, nos meios políticos, religiosos e médicos, ecoou de maneira estrondosa, causando mesmo surpresa e desapontamento para muitos, principalmente para os da classe médica, é que numa das costumeiras tertúlias espíritas que então se realizavam no grande salão da Guarda Velha, em que compareceram cerca de duas mil pessoas da melhor sociedade, Bezerra de Menezes, então presente, pedindo a palavra, proclamou solenemente a sua adesão ao Espiritismo. Essa sua filiação, à nova corrente religiosa, foi como uma transfusão de sangue novo para a Doutrina, no Brasil, a qual daí por diante entrou em ritmo mais acelerado.

- 19/08/1882: - Nasce no Rio de Janeiro, (RJ), o linotipista Portophirio Duarte Bezerra Júnior, que, atingido por um curto circuito, perde a visão e torna-se mais conhecido como “o ceguinho do Catete”, e depois desabrocha-lhe a mediunidade de cura, vidência e psicofonia. (1)

- 24/08/1902. - Fundaram a Federação Espírita do Paraná, em Curitiba, PR. (2)

- 28/08/430: Desencarna, com 76 anos em Hipona, Aurélius Augustinus, autor de “As Confissões” de 397/398. Mais conhecido como Santo Agostinho, foi um dos espíritos iluminados que integraram a equipe do Espírito de Verdade, para Codificação da Doutrina Espírita, e foi o guia espiritual de Bezerra de Menezes em suas consultas mediúnicas. (1)

- 28/08/1900. - Foi fundado o Centro Espírita Fé e Amor (rural), na Fazenda Santa Maria, entre conquista e Sacramento, MG. (2)

- 28/08/1912: Em Esplanada, Bahia, nasce o odontólogo Urbano de Assis Xavier; desenvolveu a mediunidade de materializações, curas e audição. Foi amigo Cairbar Schutel, o Bandeirante do Espiritismo em Matão, SP. (1)

- 29/08/1831. - Nasceu Adolfo Bezerra de Menezes, (1) 


Fonte:  (1) - Agenda Renascer - 2002 - Editora EME.
            (2) - Revista Reformador. No. 2163. - Junho de 2009. - edição FEB. - Rio de Janeiro, RJ.
            (3) - Livro “VIDA E OBRA DE BEZERRA DE MENEZES”  - SILVIO BRITO SOARES – 4 ª. Edição – Editora FEB. – Rio de Janeiro, RJ. – Agosto de 1978.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- EVANGELHO NO LAR. - EVANGELHO NO LAR. ARIOVALDO CAVERSAN E GEZIEL ANDRADE.

                     
                                 
                          EVANGELHO NO LAR.

            A prática do Evangelho no Lar não deve se transformar em trabalho mediúnico, nem adotar formas rituais.
            O objetivo primeiro é o contato permanente com os ensinamentos de Jesus e da doutrina espírita. Dentro da liberdade de cada lar, a reunião deve:
                        1). Ser iniciada e encerrada com uma prece simples e espontânea;
                        2). Durar mais ou menos trinta minutos;
                        3). Ser baseada no “EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO”;
                        4) Ter como dirigente o chefe da família ou a pessoa de maior conhecimento do Espiritismo no grupo;
                        5). Ter a participação de todos os presentes nas leituras e comentários dos ensinamentos de Jesus e dos Espíritos;
                        6). Procurar incentivar a aplicação dos ensinamentos obtidos na vida diária.

            Fonte:Manual e dicionário Básico de Espiritismo - Ariovaldo Caversan e Geziel Andrade - 2a. Edição - Editora e Gráfica do Interior / ABC do Interior.- Capivari, SP. Outubro de 1988.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- ESTUDANDO O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO. - CAPÍTULO III. - HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI. - DESTINAÇÃO DA TERRA. - INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS. - MUNDOS DE EXPIAÇÕES E PROVAS. - ITEM N º. 13. - ALLAN KARDEC.


                         
  
     EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO.

                         CAPÍTULO III.

HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI.
  
             DESTINAÇÃO DA TERRA.

         INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS.

        MUNDOS DE EXPIAÇÕES E PROVAS.

                               Santo Agostinho – Paris, 1862

13.       Que vos direi dos mundos de expiação que já não saibais, uma vez que é suficiente observar a Terra que habitais? A superioridade da inteligência, em um grande número de seus habitantes, indica que ela não é um mundo primitivo, à encarnação de Espíritos mal saídos das mãos do criador. As qualidades que já trazem consigo o progresso; mas também os numerosos vícios aos quais são propensos são indícios de uma grande imperfeição moral. É por isso que Deus os colocou num Planeta atrasado, para expiarem aí seus erros, por meio de um trabalho difícil, enfrentando as misérias da vida, até que tenham mérito para irem a um mundo mais feliz.

           Fonte: O Evangelho Segundo o Espiritismo - Allan Kardec – 3 a. Edição - Editora Petit - São Paulo, SP - 2000.


RHEDAM. (rhedam@gmail.com)