quarta-feira, 30 de abril de 2014

- EVENTOS ESPÍRITAS DO MÊS DE MAIO.

 EVENTOS ESPÍRITAS DO MÊS DE MAIO:

- 08/05/1852. - Nos Estados Unidos da América do Norte teve início o periodismo espírita mundial, quando foi dada à estampa a primeira folha espiritista do mundo o “The Spiritual Telegraph”, subvencionado pelo negociante Charles Partridge com auxílio do reverendo Dr. S. B. Britan, isto 4 anos após os fenômenos de Hydesvile.

- 12/05/1862. - Nasce Nuporanga, SP, José Marques Garcia, pioneiro espírita da cidade de Franca, SP, onde além de obras benemerência, fundou o jornal “Nova Era” em 15/11/1927.

- 22/05/1932. - Moços espíritas se reunirão em São Paulo e no Centro Espírita Maria de Nazaré constituíram o Primeiro Núcleo de Mocidades Espíritas, de que se tem notícia no Brasil, idealizado por Luiz Gomes da silva. Segundo consta, o segundo núcleo foi constituído em santos, Estado de São Paulo, em 14/06/1934

- 27/05/1832. - nasce em Saint-Petersburg, Rússia, o renomado cientista Príncipe Alexander N Aksakof, conselheiro do Estado e membro da nobreza russa; espírita e diretor do jornal “Psichische Studien” (Alemanha), lançou em Moscou, Rússia, a revista “Rebus” de estudos psíquicos, em 1891.

                        Fonte: Agenda Renascer - 2002. Editora EME.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- EVANGELHO NO LAR. - PROFILAXIA CONTRA O DESAMOR. - FEB.

        PROFILAXIA CONTRA O DESAMOR.


                A melhor profilaxia para combater o “DESAMOR”.


                          Faça o Evangelho no Lar e no Coração!


                            Amplie o bem que existe em você.


                               Participe: faça e ensine a fazer


                  O EVANGELHO NO LAR E NO CORAÇÃO.


              Campanha da: “FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA“.


                                   www.febnet.org.br



                            RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- ESTUDANDO O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO. - CAPÍTULO IV. - OS LAÇOS DE FAMÍLIA SÃO FORTALECIDOS PELA REENCARNAÇÃO E ROMPIDOS PELA UNICIDADE DA EXISTÊNCIA. - N º. 19. - ALLAN KARDEC.

     EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO.

                              CAPÍTULO IV.

OS LAÇOS DE FAMÍLIA SÃO FORTALECIDOS PELA REENCARNAÇÃO E ROMPIDOS PELA UNICIDADE DA EXISTÊNCIA.

                19.       A união e a afeição que existe entre parentes são sinais da simpatia anterior que os aproximou. Por isso, diz-se, ao falar de uma pessoa cujo caráter, gostos e inclinações não tem nenhuma semelhança com os de seus parentes, que ela não é da família. Ao dizer-se isso, declara-se uma verdade maior do que se acredita. Deus permite essas encarnações de Espíritos antipáticos ou estranhos nas famílias, com o duplo objetivo de servir de prova para uns e de meio de adiantamento para outros. Além disso, os maus melhoram-se pouco a pouco ao contato com os bons, e pelos cuidados que recebem. Seu caráter se suaviza, seus costumes se educam, as antipatias se apagam. É assim que se estabelece a união entre as diferenças categorias dos Espíritos, como se estabelece na Terra entre as raças e os povos.

Fonte: O Evangelho Segundo o Espiritismo - Allan Kardec - 3 a. Edição - Editora Petit - São Paulo, SP - 2000.


RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- NOTAS ESPIRITUAIS. - CULTURA E CARIDADE IV. - MENSAGEM EMMANUEL. (CHICO XAVIER.)

MENSAGEM EMMANUEL. (CHICO XAVIER.)

                 CULTURA E CARIDADE IV.

            Busca os divertimentos sadios que te refaçam as energias da mente e do corpo, sem prejuízo de teus deveres; no entanto, quanto possível, procura os hospitais, no intuito de confortar os irmãos doentes, de todas as condições, que aí suportam aflição e doença, a fim de que aprendas a agradecer a Deus as vantagens orgânicas que desfrutas.

                                                                                  EMMANUEL (Chico Xavier.)

            Fonte: Livro – CARIDADE – Espíritos Diversos. – Francisco Cândido Xavier. – 2 ª. edição. – Editora: Instituto de Difusão Espírita. – Araras, SP. – abril de 1980.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- VIDA E OBRA DE BEZERRA DE MENEZES. - N º. 75. - 63 º. Parte. - SILVIO BRITO SOARES.

VIDA E OBRA DE BEZERRA DE MENEZES.

            63 º. Parte. Léon Denis, lá na França de Joana d’Arc, ao ter conhecimento do decesso do nosso Bezerra, declarou: - “Lorsque de tels hommes disparaissent, c’est um deuil, non seculement pour Le Brésil, mais pour lês spirites de monde entier.” Quando tais homens deixam de existir, enluta-se não somente o Brasil, mas os espíritas de todo o mundo.

            Fonte: - Livro “VIDA E OBRA DE BEZERRA DE MENEZES”, - SILVIO BRITO SOARES – 4 ª. Edição – Editora FEB. – Rio de Janeiro, RJ. – Agosto de 1978.

                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - QUARTA FEIRA.

        A ARTE DE VIVER COM...
.
    TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

        ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                         QUARTA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - HISTÓRIA DO ESPIRITISMO.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - GOTAS EVANGÉLICAS.
       - ESTUDANDO O EVANGELHO SEGUNDO
         O ESPIRITISMO.

5 o. - EVANGELHO NO LAR - CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO.

                                                                                  RHEDAM.

                        RHEDAM.(rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM PARA O DIA 30 DE ABRIL.

            Mensagens do Mês de Abril Dia: 30

“Não desconhecemos que tudo isso - dores, flagelações, problemas e dificuldades - vem a ser o preço do progresso.”

BATUÍRA.

                          NÃO TE PERTURBES.

                        “E o mandamento que era para a vida, achei eu que me era para morte”. - Paulo. (ROMANOS, 7:10.)

            Se perguntássemos ao grão de trigo que opinião alimenta a respeito do moinho, naturalmente responderia que dentro dele encontra a casa de tortura em que se aflige e sofre; no entanto, é dela que ele se ausenta aprimorando para a glória do pão na subsistência do mundo.
            Se indagássemos da madeira, com respeito ao serrote, informaria que nele identifica o algoz de todos os momentos, a dilacerar-lhe as estranhas; todavia, sob o patrocínio do suposto verdugo, faz-se delicada e útil para servir em atividades sempre mais nobres.
            Se consultássemos a pedra, com alusão ao buril, certo esclarecerá que descobriu nele o detestável perseguidor a sua tranqüilidade, a feri-la desapiedado, dia e noite;  entretanto é dos golpes dele que se eleva aos tesouros terrestres, aperfeiçoada e brilhante.
            Assim a alma. Assim a luta.
            Peçamos o parecer do homem, quanto à carne, e pronunciará talvez  impropriedades mil. Ouçamo-lo sobre a dor e registraremos velhos disparates verbais. Solicitemos-lhe que se externe com referência a dificuldade, e derramará fel e pranto.
            Contudo é imperioso reconhecer que do corpo disciplinado, do sofrimento purificador e do obstáculo asfixiante, o espírito ressurge sempre mais aformoseado, mais robusto e mais esclarecido para a imortalidade.
            Não te perturbes, pois, diante da luta e observa.
            O que te parece derrota, muita vez é vitória, E o que se te afigura em favor de tua morte, é contribuição para o teu engrandecimento na vida eterna.

            Fonte: Livro “FONTE VIVA” - EMMANUEL. Francisco C. Xavier. - 10a. Edição - Editora FEB. - Rio de Janeiro, R - 1982.

                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)


terça-feira, 29 de abril de 2014

- MENSAGEM PARA A UNIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO. - BRASIL UNIDO. - BITTENCOURT SAMPAIO. (MARIA CECILIA PAIVA.)

                                     BRASIL UNIDO.

            Associamo-nos, comovidos, aos trabalhos da Unificação do Espiritismo no Brasil.
            Convocados, também, para trilha luminosa das tarefas com Jesus, na capital do Estado do Rio de Janeiro, vibramos em uníssono pela participação gloriosa que nos foi concedida.
            Porque, irmãos queridos, o desenfaixe do corpo denso não nos exime dos fastos do trabalho no planeta que nos acolheu por benção maior.
            Somos, pois, a mesma família unida, do orbe terrestre e do Além. E estando do lado de cá, somos compelidos a acertar pontos de vista, laborar novas concepções e marchar para a edificação do Espiritismo vitorioso nas Terras de Santa Cruz.
            E daqui em nome do Mestre e Senhor, nos unimos à plêiade de trabalhadores terrestres, que vivem a hora magnífica da construção do mundo de amanha.
            Se o plano espiritual se une em busca da unificação dos princípios da Doutrina Espírita e da união dos corações, porque não nos unirmos também aos colaboradores do plano físico para a tarefa que nos conduzirá à relação da Humanidade?
            Trabalhemos, pois, em nome do Cristo de Deus, que não poupou esforços para trazer ao homem a Mensagem do Céu.          
            Aproveitemos o ensejo que o Senhor nos concede e busquemos, mais unidos e mais fortes, cantar as belezas do Evangelho redivivo para o nosso Brasil e para mundo inteiro!
            Levemos aos povos a bênção do conhecimento sublime e, com Jesus junto a nós e conosco, vibremos pela esperança nos corações desfalecidos, transformando o nosso querido Brasil em verdadeira Terra da Promissão e no Coração do Mundo.

            Deus nos abençoe.

                                                                       BITTENCOURT SAMPAIO.

            (Mensagem recebida por Maria Cecília Paiva, em reunião pública, na Federação Espírita Brasileira, no Rio de Janeiro (RJ), na noite de 8 de abril de 1977.)

Fonte: Revista “O REFORMADOR” - No. 1785. - Dezembro, 1977, - Editora FEB. - Rio de Janeiro, RJ.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM PARA OS JOVENS. - N º. 109. - ESCLARECENDO AS DÚVIDAS DOS JOVENS! - O QUE É REFORMA ÍNTIMA? - REVISTA INFORMAÇÃO.

  ESCLARECENDO AS DÚVIDAS DOS JOVENS!

               O QUE É REFORMA ÍNTIMA?

            Dá-se o nome de reforma íntima ao esforço empregado pelo indivíduo no sentido de corrigir seus erros, superar suas imperfeições, partindo, então, para uma condição moral superior.
            Esse esforço, naturalmente, deve ser observado principalmente na vida de relacionamento de todos os instantes, a partir da conveniência com os familiares e, a partir daí, com as pessoas mais distantes.
            Essa reforma implica, portanto, numa espécie de exercita mento de virtudes, ou na troca de maus hábitos por bons hábitos de vida.

Fonte: Revista Informação No. 76 - Março de 1983.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- NOTAS ESPIRITUAIS. - CULTURA E CARIDADE III. - MENSAGEM EMMANUEL. (CHICO XAVIER.)

 MENSAGEM EMMANUEL. (CHICO XAVIER.)

                   CULTURA E CARIDADE III.

            Aprimora-te na apresentação pessoal, pois ao próprio lírio no charco Deus concedeu direito a beleza digna para a glória da Natureza; mas, quanto possas, comparece nos círculos de angústia em que mães sofredoras se agoniam entre a necessidade e o desespero, oferecendo-lhes alguma benção de amparo, de maneira a enfeitar-lhe a face com um sorriso da esperança.

                                                                                  EMMANUEL (Chico Xavier.)

            Fonte: Livro – CARIDADE – Espíritos Diversos. – Francisco Cândido Xavier. – 2 ª. edição. – Editora: Instituto de Difusão Espírita. – Araras, SP. – abril de 1980.

                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- APRENDENDO COM CHICO XAVIER. - N º. 109. - BONS ESPÍRITOS. - CEZAR CARNEIRO DE SOUZA.

                                  BONS ESPÍRITOS.

         Os Bons Espíritos são de parecer que todos os médiuns são chamados a estudar a fim de servirem com mais segurança;

Fonte: Livro “ENCONTROS COM CHICO XAVIER” - autor CESAR CARNEIRO DE SOUZA - 1a. Edição. - UBERABA, MG. - 1986.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - TERÇA FEIRA.

              A ARTE DE VIVER COM...

          TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

              ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                               TERÇA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - APRENDENDO COM CHICO XAVIER.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - MENSAGENS PARA OS JOVENS.
       - TEMAS SOBRE O JOVEM E SEUS PROBLEMAS.

5 o. - MENSAGENS PARA A UNIFICAÇÃO DO
         ESPIRITISMO.

            CAMPANHA: USE - SÃO PAULO. - FEB.

                                                                                   RHEDAM.


                                               RHEDAM.(rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM PARA O DIA 29 DE ABRIL.

            Mensagens do Mês de Abril Dia: 29

“A paz não vem mediante a anuência dos ignorantes que aplaudem o sucesso dos poderosos, tornando-os mais vaidosos e prepotentes, tanto quanto não pode ser retratada na preguiça física ou mental dos abastados.”

                                                                       JOANNA DE ÂNGELIS.

                                   NÃO SOMENTE.

                        “Nem só de pão vive o homem”. - Jesus. (MATEUS, 4:4.)

            Não somente agasalho que proteja o corpo, mas também o refúgio de conhecimentos superiores que fortaleçam a alma.
            Não só a beleza da máscara fisionômica, mas igualmente a formosura e nobreza dos sentimentos.
            Não apenas a eugenia que aprimora os músculos, mas também, a educação que aperfeiçoa as maneiras.
            Não somente a cirurgia que extirpa o de feito orgânico, mas igualmente o esforço próprio que anula o defeito íntimo.
            Não só o domicílio confortável para a vida física, mas também a casa invisível dos princípios edificantes em que o espírito se faça útil, estimado e respeitável.
            Não apenas os títulos honrosos que ilustram a personalidade transitória, mas igualmente as virtudes comprovadas, na luta objetiva, que enriqueçam a consciência eterna.
            Não apenas flores, mas também frutos.
            Não somente ensino continuado, mas igualmente demonstração ativa.
            Não só teoria excelente, mas também prática santificante.
            Não apenas nós, mas igualmente os outros.
            Disse O Mestre: -”Nem só de pão vive o homem”.
            Apliquemos o sublime conceito ao imenso campo do mundo.
            Bom gosto, harmonia e dignidade na vida exterior constituem dever, mas não nos esqueçamos da pureza, da elevação e dos recursos sublimes da vida interior, com que nos dirigimos para a Eternidade.

            Fonte: Livro “FONTE VIVA” - EMMANUEL. Francisco C. Xavier. - 10a. Edição - Editora FEB. - Rio de Janeiro, R - 1982.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- ESTUDANDO O LIVRO DOS MÉDIUNS. - SEGUNDA PARTE. - DAS MANIFESTAÇÕES ESPÍRITAS. - CAPÍTULO IV. - TEORIA MANIFESTAÇÕES FÍSICAS. - QUESTÃO N º. 79. - ALLAN KARDEC

                                SEGUNDA PARTE.

     DAS MANIFESTAÇÕES ESPÍRITAS.

                                      CAPÍTULO IV.

            TEORIA MANIFESTAÇÕES FÍSICAS.

79. Quando se faz o vácuo sob a campana da maquina pneumática, esta campana adere com uma tal força que é impossível levantá-la por causa do peso da coluna de ar que pesa sobre ela. Que se deixe entrar o ar, e a campana se levanta com a maior facilidade, porque o ar de baixo faz contrapeso com o ar de cima, entretanto, abandona a si mesma, ficará sobre o prato em virtude da lei da gravidade. Agora, que o ar de baixo seja comprimido, que tenha uma densidade maior que a de cima, e a campana será erguida mal grado a lei da gravidade; se acorrente de ar for rápida e violenta, poderá ser sustentada no espaço sem nenhum apoio visível, a maneira desses bonecos que se faz voltear sobre um jato de água. Por que, pois, o fluido universal, que é o elemento de toda a matéria, estando acumulado ao redor da mesa, não teria a prioridade de diminuir-lhe ou aumentar-lhe o peso específico relativo, como o ar o faz com a campana da máquina pneumática, como o gás de hidrogênio o faz com os balões, sem que sejam, por isso, derrogadas as leis da gravidade? Conheceis todas as propriedades e toda a força desse fluido? Não; muito bem! Não negueis, pois, um fato porque não podeis explicá-lo.

            Fonte: Livro dos Médiuns, Allan Kardec, da 18º. edição, abril de 1991, páginas 57 e 58, do Instituto de Difusão Espírita de Araras, SP.                     


                                   RHEDAM.(rrhedam@gmail.com)

- TEMAS SOBRE A FAMÍLIA. - N º. 107. - FAMÍLIA. - O MELHOR É VIVER EM FAMÍLIA. - APERTE MAIS ESSE LAÇO. - FEB.

                                         FAMÍLIA.


       O MELHOR É VIVER EM FAMÍLIA.


                   APERTE MAIS ESSE LAÇO.



                        Campanha da : FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA.

                                       RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

                                               www.febnet.org.br

- NOTAS ESPIRITUAIS. - CULTURA E CARIDADE II. - MENSAGEM EMMANUEL. (CHICO XAVIER.)

MENSAGEM EMMANUEL. (CHICO XAVIER.)

                  CULTURA E CARIDADE II.

            Anima os festivais das crianças felizes, em que bebês alegres e formosos conquistam prêmios de robustez; todavia, sempre que as circunstâncias te favoreçam, visita os recintos da provação, onde meninos desfigurados e tristes te aguardam a falta de pão ou a maçã que te sobrou à mesa, como retratos da verdadeira felicidade.

                                                                                   EMMANUEL (Chico Xavier.)

            Fonte: Livro – CARIDADE – Espíritos Diversos. – Francisco Cândido Xavier. – 2 ª. edição. – Editora: Instituto de Difusão Espírita. – Araras, SP. – abril de 1980.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- ROTEIRO DE INICIAÇÃO AO ESTUDO DO ESPIRITISMO. - AULA N º. 17. - MÉDIUM E MEDIUNIDADE. - ANEXO N º. 107. - EXERCÍCIO CONSCIENTE DA MEDIUNIDADE. - EURIPEDES BARSANULFO.

 EXERCÍCIO CONSCIENTE DA MEDIUNIDADE.

            A palpitante questão do exercício consciente da mediunidade continua merecendo apontamentos e estudos que auxiliem o servidor honesto, no mistério do bem a que se dedica.

            Libertada das conotações deprimentes a que pretenderam atá-la a intolerância religiosa e o preconceito científico, no passado, a pouco e pouco vão se firmando os valores, passando a merecer inevitável respeito cultural.

            Não obstante, ainda teimam algumas áreas do conhecimento em arregimentar opiniões destituídas de fundamente, mediante as quais pretende negá-la, situando os fatos observados na faixa das alucinações psicológicas, do inconsciente individual ou coletivo, ou dos modernos agentes theta, em vãs arremetidas para destruir ou obscurecer os fatores causais do fenômeno, que são os Espíritos imortais.

            Sob outro aspecto, em face da evidência das comunicações, que se multiplicam generosamente em abundância, grupos de decididos militantes informam que estatística por eles bem elaboradas demonstra que somente ínfima percentagem atesta a procedência legítima dos Espíritos desencarnados - ainda passível de meticulosas observações e exames - nos fenômenos, sendo a quase totalidade uma decorrência anímica, quando se tratando de pessoas honestas, em última análise, fraudes verdadeiras, quiçá inconscientes.

            Novas correntes de meticulosos experimentadores pretendem concluir que o intercambio genérico com os padecentes da Espiritualidade inferior deve ser compreendido como fenômenos de autocomunicação em que são agentes os próprios médiuns, que retirariam da memória do inconsciente profundo as reminiscências de reencarnações transatas, cujos componentes os tornam atônitos, neuróticos, perturbados, em alienações diversas.

            Propõem-se outros investigadores a transferir o inconsciente de expressivo número de alienados para os sensitivos, que os captam, entrando no registro das aflições desses pacientes, que passariam a dialogar com as suas personalidades atormentadas, liberando-se, desse modo, dos fatores alienantes, sem se darem conta da ingerência de entidades desencarnadas em tais processos, comprazendo-se em produzir mais sutis e graves aflições...

            Recorre-se à nomenclatura moderna, cada vez mais para fugir-se à denominação kardequiana, sem, no entanto, conseguir-se anular a causa espiritual, mediante a qual são servidas as lições do Cristo, atualizadas, a ética moral do comportamento e a salutar filosofia existencial, que propiciam a felicidade humana.

            No pretérito, nos dias da Metapsíquica, os eminentes pesquisadores criavam após cada experiência uma hipótese nova, evitando a teoria espírita, que na investigação futura refundiam, diante dos resultados então obtidos, que anulavam a arquitetada e audaciosa concepção anterior.

            Porque os eminentes investigadores se negavam a aceitar a sobrevivência da alma - embora a sempre crescente evidência e documentação probatória - o tempo fez ruir os alicerces das conceituações aventadas e a doutrina Metapsíquica tombou no olvido.

            Há pouco, quando do surgimento da Parapsicologia, novas técnicas de exames foram elaboradas, mais severos critérios têm sido estabelecidos, mais exigentes cálculos são buscados, estatísticas rigorosas são consideradas na razão direta em que a mediunidade, resistindo a tudo e todos, reafirma a sobrevivência da vida à morte do corpo, conclamando o homem a religião do amor e do perdão para uma excelente vivência da caridade...

            ...E quando o sol da imortalidade começa as sombras dominantes, irisando de alegrias e esperança as mentes indagadoras, os mais renitentes propõem outros métodos, através de mais recentes disciplinas como a Psicobiofísica, a Psicotrópica, repetindo os processos e passos já percorridos em mais caprichosos e sofisticados mecanismos de apreciação e pesquisa.

            São credores de consideração e respeito todos os esforços honestos que levam o homem a buscar a verdade.

            Imprescindível, no entanto, que o autêntico estudo não se encontre armado de idéias e opiniões preconcebidas, antes coloque suas concepções diante dos fatos arrolados, com a coragem de abandoná-las, quando necessário, aceitando os resultados já obtidos.

            Não o fizeram, porque aferrados a ultrapassado e injustificável preconceito, que adversário da atitude científica. No entanto, não sendo invulnerável à morte, vadearam o rio da desencarnação, e, defrontando a sobrevivência, pretenderam trazer aos pósteros tal afirmação, sem de darem conta de que já não há ouvidos para eles, quanto eles se negaram aos que os precederam no mesmo empreendimento.

              São inegáveis, no fenômeno mediúnico, as interferências da mente do médium, quanto são inevitáveis ao virtuose a harmonia ou as deficiências do instrumento musical de que se utiliza.

             O fenômeno puro, total, cristalino, é tão impossível quanto o raio de sol, ao ser passado pela lâmina de vidro, libera-se da tonalidade que essa lhe empresta, ao ser traspassada pela luz...

             Mediunidade é instrumento, é meio de que se utilizam os agentes espirituais para confirmar o prosseguimento da realidade, após o túmulo.

            Por ela transitam as informações da vida, no mistério da edificação de vidas.

            Urge que os sinceros discípulos do Evangelho se dediquem com afã à mediunidade socorreste, estabelecendo ligações felizes com o Mundo Espiritual, atendendo aos deveres da solidariedade humana e da caridade, sem se preocuparem com outra coisa que não seja servir, amar e passar adiante, como servidor consciente das suas responsabilidades que, pondo as mãos na charrua não olha para trás.

            Cada minuto é valiosa concessão para a edificação do reino de Deus nas mentes e nos corações.

            Se, todavia, o ácido da crítica, ou a borra da zombaria, a mordacidade venenosa ou a dúvida sistemática lhe chegar ás portas da alma, ameaçando-lhe a estabilidade íntima, recorde-se o sincero trabalhador da mediunidade que mesmo Jesus, quando ressuscitado, não mereceu crédito de alguns dos companheiros que O amavam, por não aceitarem a informação mediúnica daquele que O vira e com Ele conversara, sendo necessário testemunhá-lo, Ele próprio, convidando o incrédulo a que O tocasse, e invitando outros a que constatassem ser Ele...

            Enquanto isso, que o exercício consciente da mediunidade espírita cristã continue, na Terra, fazendo o bem com uma mão sem que a outra tome conhecimento, nestes dias tumultuados e aflitos que se vivem, prenunciando a hora ditosa da paz com Jesus.

                                                                       EURIPEDES BARSANULFO.

            (Página psicografada pelo médium Divaldo P. Franco, no dia 01/11/1979, na cidade de Sacramento - MG.)

Fonte: O REFORMADOR - N. 1812 - Pág. 34 e 35 - MARÇO DE 1980 - Editora FEB Rio de Janeiro RJ.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - SEGUNDA FEIRA.

                                    A ARTE DE VIVER COM...

                                 TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

                                     ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                                                     SEGUNDA FEIRA.

              1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

              2 o. - ROTEIRO DE INICIAÇÃO AO ESTUDO DO
                      ESPIRITISMO.

              3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

              4 o. - TEMAS SOBRE A FAMÍLIA.

              5 o. - ESTUDANDO O LIVRO DOS MÉDIUNS.

                                                                           RHEDAM.


                                    RHEDAM.(rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM PARA DIA 28 DE ABRIL.

            Mensagens do Mês de Abril Dia: 28

“Normalmente, é comum destacar-se alguém pelo dinheiro ou pela posição entre os homens. O espírita, porém destaca a posição ou o dinheiro com a missão renovadora de que se investe.”

KELVIN VAN DINE.

                                   CRISTO E NÓS.

                        “E disse-lhe O Senhor em visão: -Ananias! E ele respondeu: - Eis-e aqui Senhor!” - (ATOS, 9:10.)

            Os homens esperam por Jesus e Jesus espera igualmente pelos homens.
            Ninguém acredite que o mundo se redima sem almas redimidas.
            O Mestre, para entender a sublimidade do seu programa salvador, pede braços humanos que o realizem e intensifiquem. Começou o apostolado, buscando o concurso de Pedro e André, formando, em seguida, uma assembléia de doze companheiros para atacar o serviço da regeneração planetária.
            E, desde o primeiro dia da Boa Nova, convida, insiste e apela,junto das almas, para que se convertam em instrumentos de sua Divina Vontade, dando-nos a perceber que a redenção procede Alto, mas não se concretizará entre as criaturas sem a colaboração ativa dos corações de boa vontade.
            Ainda mesmo quando surge, pessoalmente, buscando alguém para a sua lavoura de luz qual aconteceu na conversão de Paulo, o Mestre não dispensa a cooperação dos servidores encarnados. Depois de visitar o doutor de tarso, diretamente, procura Ananias, enviando-o a socorrer o novo discípulo.
            Por que razão Jesus se preocupou em acompanhar o recém-convertido, assistindo-o em pessoa? É que, se a Humanidade não pode iluminar-se e progredir sem o Cristo, o Cristo não dispensa os homens na obra de soerguimento e sublimação do mundo.
            “Ide e pregai”.
            “Eis que vos mando,”
            “Resplandeça a vossa luz diante dos homens”.
            “A Seara é realmente grande, mas poucos são os ceifeiros.”
            Semelhantes afirmativas do Senhor provam a importância por ele atribuída à contribuição humana.
            Amemos e trabalhemos, purificado e servido sempre.
            Onde estiver um seguidor do Evangelho aí se encontra um mensageiro do Amigo Celestial para a obra incessante do bem.
            Cristianismo significa Cristo e nós.

            Fonte: Livro “FONTE VIVA” - EMMANUEL. Francisco C. Xavier. – 10 a. Edição - Editora FEB. - Rio de Janeiro, R - 1982.


                                   RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - SEMANAL.

                        A ARTE DE VIVER COM...

                   TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

                       ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                                      DOMINGO.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - PRECES ESPÍRITAS.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - MENSAGENS E PENSAMENTOS PARA A MULHER.


                                 SEGUNDA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - ROTEIRO DE INICIAÇÃO AO ESTUDO DO
         ESPIRITISMO.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - TEMAS SOBRE A FAMÍLIA.

5 o. - ESTUDANDO O LIVRO DOS MÉDIUNS.

                                 TERÇA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - APRENDENDO COM CHICO XAVIER.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - TEMAS SOBRE O JOVEM E SEUS PROBLEMAS.
       - MENSAGENS PARA OS JOVENS.

5 o. - MENSAGENS PARA A UNIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO.

         CAMPANHA: USE - SÃO PAULO. - FEB.

                                 QUARTA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - HISTÓRIA DO ESPIRITISMO.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - GOTAS EVANGÉLICAS.
      - ESTUDANDO O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO.

5 o. - EVANGELHO NO LAR - CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO.

                                 QUINTA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - PARA MEDITAR COM TEMAS DO ESPIRITISMO.
       - PENSAMENTOS AUTORES DIVERSOS.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - MENSAGEM SOBRE A CRIANÇA.

5 o. - DIVULGADO O NAR-ANON.

                                 SEXTA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - MENSAGEM SOBRE “A ARTE DE VIVER COM...”.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - DIVULGANDO O LIVRO ESPÍRITA.

5 o. - ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS.

                                 SÁBADO.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - POEMAS ESPÍRITAS - PARNASO DE ALÉM TÚMULO.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - VULTOS DO ESPIRITISMO.

5 o. - CONHECENDO OS ANIMAIS A LUZ DO ESPIRITISMO.


                                                  RHEDAM.


                                               RHEDAM. (rhedam@gmail.com)