sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

- NOTAS ESPIRITUAIS. - MENSAGEM DE EMMANUEL - EM VIAGEM-IV. - EMMANUEL (CHICO XAVIER)

MENSAGEM DE EMMANUEL (CHICO XAVIER)

                              EM VIAGEM - IV.

            Não reclames devotamento do próximo, e sim, ama e auxilia a todos os que se aproximem de ti, para que o teu amor não desça do Alto aos tenebrosos despenhadeiros do exclusivismo.      

                                                                                  EMMANUEL (Chico Xavier.)

            Fonte: Livro – CARIDADE – Espíritos Diversos. – Francisco Cândido Xavier. – 2 ª. edição. – Editora: Instituto de Difusão Espírita. – Araras, SP. – abril de 1980.


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA MEDITAR . - N º. 170. - PERTURBAÇÃO APÓS A MORTE. - ALLAN KARDEC.

        PERTURBAÇÃO APÓS A MORTE.

“A perturbação que se segue à morte nada tem de penosa para o homem de bem; é calma e em tudo semelhante à que acompanha um despertar tranqüilo”.       

Allan Kardec.

 Fonte: Obras Básicas da Doutrina Espírita.


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - QUINTA FEIRA.

                              A ARTE DE VIVER COM...

                       TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

                              ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                                                 QUINTA FEIRA.

                 1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

                 2 o. - PARA MEDITAR COM TEMAS DO ESPIRITISMO
                        - PENSAMENTOS DE AUTORES DIVERSOS.

                 3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

                 4 o. - MENSAGEM SOBRE A CRIANÇA.

                 5 o. – MENSAGEM DE AUXÍLIO NO TRATAMENTO DA
                          CO-ADICÇÃO.

                                                                                               RHEDAM.


                                               RHEDAM..(mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA O DIA 22 DE JANEIRO.

         Mensagens do Mês de Janeiro Dia: 22

“Evite a cólera. Enraivecer-se é animalizar-se, caindo nas sombras de baixo nível”.
           
                                                                                        André Luiz.

                 NÃO TE ENGANES.

            “Olhai para as coisas segundo as aparências? Se alguém confia de si mesmo que é do Cristo, pense outra vez consigo, que assim como ele é do Cristo, também nós do Cristo somos”. – Paulo. (II CORÍNTOS, 10:7.)

Não te enganes, acerca da nossa necessidade comum no aperfeiçoamento.
Muita vez, superestimando nossos valores, acreditamo-nos privilegiados na arte da elevação. E, em tais circunstâncias, costumamos esquecer, impensadamente, que outros estão fazendo pelo bem muito mais que nós mesmos.
O vaga-lume acende leves relâmpagos nas trevas e se supõe o príncipe da luz, mas encontra a vela acesa que o ofusca. A vela empavona-se sobre um móvel doméstico e se presume no trono absoluto da claridade, entretanto, lá vem um dia em que a lâmpada elétrica brilha no alto, embaciando-lhe a chama. A lâmpada, a seu turno, ensoberbece-se na praça pública, mas o Sol,  cada manhã, resplandece no firmamento, clareando toda a Terra e empalidecendo todas as luzes planetárias, grandes e pequenas.
Enquanto perdura a sombra protetora e educativa da carne, quase sempre somos vítimas de nossas ilusões, mas, em voltando o clarão infinito da verdade com a renovação da morte física, verificamos, ao sol da vida espiritual, que a Providência Divina é glorioso amor para a Humanidade inteira.
Respeitemos cada realização em seu tempo e cada pessoa no lugar que lhe é devido.
Todos somos companheiros de evolução e aperfeiçoamento, guardados ainda entre o bem e o mal. Onde acionarmos a nossa “parte interior”, a sombra dos outros permanecerá em nossa companhia. Da zona a que projetarmos a nossa companhia. Da zona a que projetarmos a nossa “boa parte”, a luz do próximo vira ao nosso encontro.
Cada alma é sempre uma incógnita para outra alma. Em razão disso, não será lícito erguer as paredes de nossa tranqüilidade sobre os alicerces do sentimento alheio.
Não nos iludamos.
Retifiquemos em nós quanto prejudique a nossa paz íntima e estendamos braços e pensamentos fraternos, em todas as direções, na certeza de que, se somos portadores de virtudes e defeitos, nas ocasiões de juízo receberemos sempre de acordo com as nossas obras. E, compreendendo que a Bondade do Senhor brilha para todas as criaturas, sem distinção de pessoas, recordemos em nosso favor e em favor dos outros as significativas palavras de Paulo: - “Se alguém confia de si mesmo que é do Cristo, pense outra vez insto consigo, porque tanto quanto esse alguém é do Cristo, também nós do Cristo somos.”

Fonte: Livro “FONTE VIVA” - EMMANUEL. Francisco C. Xavier. - 10a. Edição - Editora FEB. - Rio de Janeiro, R - 1982.


                                   RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

- EVANGELHO NO LAR. - PRINCIPAIS FINALIDADES DO EVANGELHO DO LAR. - FEESP.

PRINCIPAIS FINALIDADES DO EVANGELHO DO LAR.

1. - Estudar o Evangelho à Luz da Doutrina Espírita, a qual possibilita compreende-lo em “Espírito e Verdade”, facilitando, assim, pautar nossas vidas segunda a vontade do Mestre.

2. - Criar em todos os lares o hábito salutar de reuniões evangélicas, para que despertem e a acentuem o sentimento que deve existir em cada criatura.

3. - Pelo momento de pás e de compreensão que o Evangelho no Lar oferece, unir mais criaturas, proporcionando-lhes uma vivência mais tranqüila.

4. - Tornar o Evangelho melhor compreendido, sentido e exemplificado, no lar e em todos os ambientes.

5. - Higienizar o lar pelos nossos pensamentos e sentimentos elevados permitindo assim, mais influência dos mensageiros do Bem.

6. - Ampliar o conhecimento literal e espiritual do Evangelho para oferecê-lo com maior segurança a outras criaturas.

7. - Facilitar no lar e fora dele o amparo necessário para enfrentar as dificuldades matérias e espirituais, mantendo, operante os princípios da oração e da vigilância...

8. - Elevar o padrão vibratório dos componentes do lar, a fim de que ajudem, com mais eficiência, o Plano Espiritual na obtenção de mundo melhor.

Fonte: FEESP - São Paulo. SP.


                     RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- ESTUDANDO O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO. - CAPÍTULO V. - BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS. - O SUICÍDIO E A LOUCURA. - ITEM N º. 15. - ALLAN KARDEC.

   EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO.

                            CAPÍTULO V.

BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS.

                  O SUICÍDIO E A LOUCURA.

15.       Dá-se o mesmo em relação ao suicídio; com exceção daqueles que ocorrem no estado de embriagues e da loucura, aos quais podemos chamar de inconscientes, é certo que, quaisquer que sejam os motivos particulares, sempre têm como causa um descontentamento. Portanto, aquele que está certo de ser infeliz apenas por um dia, e de serem melhores os dias seguintes, exercita a paciência. Ele só se desespera quando pensa que os seus sofrimentos não terão fim. E o que é a vida humana, em relação a eternidade, senão bem menos que um dia? Mas, para aquele que não crê na eternidade, e julga que nesta vida tudo se acabará, que está oprimido pelo desgosto e pelo infortúnio, só vê na morte a solução dos seus males. Por não esperar nada, acha natural e até mesmo muito lógico abreviar suas misérias pelo suicido.

         Fonte: O Evangelho Segundo o Espiritismo - Allan Kardec - 3a. Edição - Editora Petit - São Paulo, SP - 2000.


                                   RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

- NOTAS ESPIRITUAIS. - MENSAGEM DE EMMANUEL. - EM VIAGEM-III. - EMMANUEL (CHICO XAVIER)

 MENSAGEM DE EMMANUEL (CHICO XAVIER)

                               EM VIAGEM-III.

            Há muitos viajores que sucumbem na caminhada sob pesados madeiros de ouro a que se jungem, desorientados.

                                                                EMMANUEL (Chico Xavier.)

            Fonte: Livro – CARIDADE – Espíritos Diversos. – Francisco Cândido Xavier. – 2 ª. edição. – Editora: Instituto de Difusão Espírita. – Araras, SP. – abril de 1980.


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM DE BEZERRA DE MENEZES. - N º. 008. - CONSELHO SUBLIME AOS MÉDIUNS. - BEZERRA DE MENEZES. (CHICO XAVIER.)

MENSAGEM DE BEZERRA DE MENEZES. (CHICO XAVIER.)

            CONSELHO SUBLIME AOS MÉDIUNS.
           
                  Mediunidade com Jesus é serviço aos semelhantes.
                  Desenvolver esse recurso é, sobretudo, aprender a servir.
            Aqui, alguém fala em nome dos espíritos desencarnados; ali, um companheiro aplica energias curadoras; além um cooperador ensina o roteiro da verdade; acolá, outrem enxuga as lágrimas do próximo, semeando consolações. Contudo, é o mesmo poder que opera em todos. É a divina inspiração do Cristo, dinamizada através mil modos diferentes por reerguer-nos da condição de inferioridade ou do sofrimento ao título de herdeiros do Eterno Pai.

                                               BEZERRA DE MENEZES. (Chico Xavier)


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - QUARTA FEIRA.

        A ARTE DE VIVER COM...
.
    TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

        ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                            QUARTA FEIRA.

o. - MENSAGEM PARA O DIA.

o. - HISTÓRIA DO ESPIRITISMO.

o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

o. - GOTAS EVANGÉLICAS.
       - ESTUDANDO O EVANGELHO SEGUNDO
         O ESPIRITISMO.

o. - EVANGELHO NO LAR - CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO.

                                                                                  RHEDAM.


                        RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

- MENSAGEM PARA O DIA 21 DE JANEIRO.

        Mensagens do Mês de Janeiro Dia: 21

“Fuja a maledicência. O lodo agitado atinge a quem revolve”.       

André Luiz.

                                   SEMEADORES.

   “Eis Que o semeador saiu a semear.” – Jesus. (MATEUS, 13:3.)

Todo ensinamento do Divino Mestre é profundo e sublime na menor expressão. Quando se dispões a contar a parábola do semeador, começa com ensinamento de inestimável importância que vale relembrar.
Não nos fala que o semeador deva agir, através do contrato com terceiras pessoas, e sim que ele mesmo saiu a semear.
Transferindo a imagem para o solo do espírito, em que tantos imperativos de renovação convidam os obreiros da boa- vontade à santificante lavora da elevação, somos levados a reconhecer que o servidor do Evangelho é compelido a sair de si próprio, a fim de beneficiar corações alheios.
É necessário desintegrar o velho cárcere do “ponto de vista” para nos devotarmos ao serviço do próximo.
Aprendendo a ciência de nos retirarmos da escura cadeia do “eu”, excursionaremos através do grande continente denominado “interesse geral”.  E, na infinita extensão dele, encontraremos a “terra das almas”, sufocadas de espinheiros, ralada de pobreza, revestida de pedras ou intoxicada de pântanos, oferecendo-nos a divina oportunidade de agir a benefício de todos.
Foi nesse roteiro que o Divino Semeador pautou o mistério da luz, iniciando a celeste missão do auxílio entre humildes tratadores de animais e continuando-a através dos amigos de Nazaré e dos doutores de Jerusalém, dos justos e dos injustos, ricos e pobres, doentes do corpo e da alma, velhos e jovens, mulheres e crianças...
Segundo observamos, o semeador do Céu ausentou-se da grandeza a qe se acolhe e veio até nós, espalhando as claridades da Revelação e aumentando-nos a visão e o discernimento. Humilhou-se para que nos exaltássemos e confundiu-se com a sombra a fim de que a nossa luz pudesse brilhar, embora lhe fosse fácil fazer-se substituído por milhões de mensageiros, se desejasse.
Afastemo-nos, pois, das nossas inibições e aprendamos com o Cristo a “sair para semear”.

Fonte: Livro “FONTE VIVA” - EMMANUEL. Francisco C. Xavier. - 10a. Edição - Editora FEB. - Rio de Janeiro, R - 1982.


                                   RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA UNIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO. - AMOR SEMPRE.- BATUÍRA. (CHICO XAVIER.)

                                  AMOR SEMPRE.

            Amigos que se fazem diferentes?
            Amor para eles.
            Adversários que se revelam mais duros e intransigentes>
            Amor para eles.
            Espíritos infelizes, cuja presença nos comprometa a segurança?
            Amor para eles.
            Criaturas de nível diverso do nosso que se convertam em portadoras de discórdias e incompreensão?
            Amor para eles.
            Mensageiros das trevas que nos testam a capacidade de elevação para a luz?
            Amor para eles.
            O amor, meus filhos, é o dissolvente de todo mal. Procuremos executar as nossas tarefas nas bases da caridade e do amor uns para com os outros, na certeza de que nossos alicerces venceremos sempre.

                        Fonte: Livro “MAIS LUZ” - ANTONIO GONÇALVES DA SILVA - BATUÍRA, psicografado por Francisco Cândido Xavier - 4a. Edição - Editora GEEM - São Bernardo do Campo, SP - 1976.


                       RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA OS JOVENS. - N º. 130. - ESCLARECENDO AS DÚVIDAS DOS JOVENS! - O QUE É REFORMA ÍNTIMA? - REVISTA INFORMAÇÃO.

 ESCLARECENDO AS DÚVIDAS DOS JOVENS!

               O QUE É REFORMA ÍNTIMA?

            Dá-se o nome de reforma íntima ao esforço empregado pelo indivíduo no sentido de corrigir seus erros, superar suas imperfeições, partindo, então, para uma condição moral superior.
            Esse esforço, naturalmente, deve ser observado principalmente na vida de relacionamento de todos os instantes, a partir da conveniência com os familiares e, a partir daí, com as pessoas mais distantes.
            Essa reforma implica, portanto, numa espécie de exercita mento de virtudes, ou na troca de maus hábitos por bons hábitos de vida.

Fonte: Revista Informação No. 76 - Março de 1983.


                        RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- NOTAS ESPIRITUAIS. - MENSAGEM DE EMMANUEL. - EM VIAGEM-II. - EMMANUEL. (CHICO XAVIER)

MENSAGEM DE EMMANUEL (CHICO XAVIER)

                                   EM VIAGEM-II.

            Não te agarres aos bens materiais, senão no estritamente necessário para que te faças valioso irmão no concurso aos companheiros de jornada e útil a ti mesmo.

                                                                 EMMANUEL (Chico Xavier)

            Fonte: Livro – CARIDADE – Espíritos Diversos. – Francisco Cândido Xavier. – 2 ª. edição. – Editora: Instituto de Difusão Espírita. – Araras, SP. – abril de 1980.


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- APRENDENDO COM CHICO XAVIER. - N º. 131. - GUIAS ESPIRITUAIS. - CEZAR CARNEIRO DE SOUZA.

                              GUIAS ESPIRITUAIS.

Os nossos guias espirituais traduzem a nossa insatisfação, no mundo inteiro, como sendo a ausência de Jesus cristo em nossos corações.”

Fonte: Livro “ENCONTROS COM CHICO XAVIER” - autor CESAR CARNEIRO DE SOUZA - 1 a. Edição. - UBERABA, MG. - 1986.


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - TERÇA FEIRA.

              A ARTE DE VIVER COM...

          TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

              ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                                 TERÇA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - APRENDENDO COM CHICO XAVIER.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - MENSAGENS PARA OS JOVENS.
       - TEMAS SOBRE O JOVEM E SEUS PROBLEMAS.

5 o. - MENSAGENS PARA A UNIFICAÇÃO DO
         ESPIRITISMO.

            CAMPANHA: USE - SÃO PAULO. - FEB.

                                                                                   RHEDAM.


                                               RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA O DIA 20 DE JANEIRO.

       Mensagens do Mês de Janeiro Dia: 20

“O lar é a célula ativa do organismo social, e a mulher, dentro dele, é a força essencial que rege a própria vida”.        
                                                                   Emmanuel.

                       DIFERENÇAS.

“Nisto todos escolas do Cristianismo, vemos meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” – Jesus. (João, 13:35.)

Nas variadas escolas do Cristianismo, vemos milhares de pessoas que, de alguma sorte, se ligam ao Mestre e Senhor.
Há corações que se desfazem nos louvores ao Grande Médico, exaltando-lhe a intercessão divina nos acontecimentos em que se reconheceram favorecidos, mas não passam das afirmativas espetaculares, qual se vivessem indefinidamente mergulhados em maravilhosas visões.
São os simplesmente beneficiários e sonhadores.
Há temperamentos ardorosos que impressionam da tribuna, através de preleções eruditas e comoventes, em que relacionam a posição do Grande Renovador, na religião, na filosofia e na história, não avançando, contudo, além dos discursos preciosos.
São os simplesmente sacerdotes e pregadores.
Há inteligências primorosas que vazam páginas sublimes de crença consoladora, arrancando lágrimas de emoção aos leitores ávidos de conhecimento revelador, todavia, não ultrapassam o campo do beletrismo religioso.
São os simplesmente escritores e intelectuais.
Todos guardam recursos e méritos especializados.
Existe, no entanto, nos trabalhos da Boa Nova, um tipo de cooperador diferente.
Louva o Senhor com pensamentos, palavras e atos, cada dia.
Distribui o tesouro do bem, por intermédio do verbo consolador, sempre que possível.
Escreve conceitos edificantes, em torno do Evangelho, toda vez que as circunstâncias lho permitem.
Ultrapassa, porém, toda pregação falada ou escrita, agindo incessantemente na sementeira do bem, em obras de sacrifício próprio e de amor puro, nos moldes de ação que o Cristo nos legou. Não pede recompensa, não pergunta por resultados, não se sintoniza com o mal. Abençoa a ajuda sempre.
Semelhante companheiro é conhecido por verdadeiro discípulo do Senhor, por muito amar.

Fonte: Livro “FONTE VIVA” - EMMANUEL. Francisco C. Xavier. - 10a. Edição - Editora FEB. - Rio de Janeiro, R - 1982.


                                   RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

- ESTUDANDO O LIVRO DOS MÉDIUNS. - SEGUNDA PARTE. - CAPÍTULO V. - FENÔMENOS DE TRANSPORTE. - ITEM Nº. 98 - Cont. n º. 2. - ALLAN KARDEC.

                  O LIVRO DOS MÉDIUNS.

                                     SEGUNDA PARTE.

                                           CAPÍTULO V.

                  FENÔMENOS DE TRANSPORTE.

98 - Cont. n º. 2. – (...) Todos vós, espíritas, compreendeis minhas explicações e vos rendeis conta perfeitamente dessa concentração de fluidos especiais, para a locomoção e tatilidade da matéria inerte; credes nisso, como credes nos fenômenos da eletricidade e do magnetismo, com os quais os fatos medianímicos estão pleno de analogia e são, por assim dizer, a consagração e o desenvolvimento. Quanto aos incrédulos, e aos sábios piores do que os incrédulos, não vou procurar convencê-los, não me ocupo deles; serão, um dia, convencidos pela força da evidência, porque será preciso que se inclinem diante do testemunho unânime dos fatos espíritas, como foram forçados a fazê-lo diante de tantos outros fatos que haviam, de início repelido.
            Para me resumir, se os fatos da tangibilidade são freqüentes, os fatos de transporte são muito raros, porque suas condições são muito difíceis; por conseqüência, nenhum médium pode dizer: A tal hora, em tal momento obterei um transporte, porque, freqüentemente, o próprio Espírito se acha impedido de sua obra. Devo acrescentar que estes fenômenos são duplamente difíceis em público, porque aí, quase sempre, se encontram elementos energicamente refratários que paralisam os esforços do Espírito e com maior razão, a ação do médium. Tende, ao contrário, a certeza de que estes fenômenos se produzem, quase sempre, em particular, espontaneamente, a miúdo com o desconhecimento do médium e sem premeditação e enfim, muito raramente quando estes estão prevenidos; de onde deveis concluir que há motivo legítimo de suspeita toda vez que um médium se gaba de obtê-lo à vontade, ou seja, de comandar os Espíritos como a servidores, o que é simplesmente absurdo. Tende, ainda, por regra geral, que os fenômenos espíritas não são feitos para darem-se em espetáculo e para divertir os curiosos. Se alguns Espíritos se prestam a essa espécie de cosa, só pode ser para os fenômenos simples, e não para aqueles que, tais como o transporte e outros semelhantes, exigem condições excepcionais.
  
            Fonte, Livro dos Médiuns, Allan Kardec, da 18º. edição, abril de 1991, do Instituto de Difusão Espírita de Araras, SP.                     


                                   RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

- TEMAS SOBRE A FAMÍLIA. N º. 129. - FAMÍLIA E ESPIRITISMO. - JOAMAR ZANELINI NAZARETH

                         FAMÍLIA E ESPIRITISMO.

         “O lar é o sagrado vértice onde o homem e a mulher se encontram para o entendimento indispensável”

                                                                       André Luiz. - “Nosso Lar”. - FEB.

            Temos observado, na atualidade, a preocupação da sociedade com o tema “Família”, Psicólogos, assistentes sociais, religiosos em geral, sociólogos e outros se mostram voltados a discutir e analisar a problemática do ambiente familiar, frente às profundas mudanças sociais do mundo moderno.
            O LAR é a célula básica do organismo social; se os lares estiverem ruindo, a sociedade também estará caminhando para o caos. Lares equilibrados, sociedade equilibrada.
            Sem embargo, para o Espiritismo, esta não é uma preocupação  nova. Desde a codificação da Doutrina por Allan Kardec, os Espíritos e o próprio Mestre Lionês trataram com imensa propriedade a importância do núcleo familiar no processo renovador da humanidade.

Fonte: Livro “UM DESAFIO CHAMADO FAMÍLIA” - autor Joamar Zanelini Nazareth - 3 a. Edição - Minas Editora - Araguari, MG - 2000.


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

- NOTAS ESPIRITUAIS. - MENSAGEM DE EMMANUEL. - EM VIAGEM-I. - EMMANUEL (CHICO XAVIER)

MENSAGEM DE EMMANUEL (CHICO XAVIER)

                                  EM VIAGEM-I.

                  A existência terrestre é uma viagem educativa.
            Começa na meninice, avança pelos caminhos claros da plenitude física e altera-se na noite da enfermidade ou da velhice, para renovar-se, além da morte.
                 Repara, pois como segues.

                                                                                  EMMANUEL (Chico Xavier.)

            Fonte: Livro – CARIDADE – Espíritos Diversos. – Francisco Cândido Xavier. – 2 ª. edição. – Editora: Instituto de Difusão Espírita. – Araras, SP. – abril de 1980.


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- ROTEIRO DE INICIAÇÃO AO ESTUDO DO ESPIRITISMO. - AULA N º. 17. - MÉDIUNS E MEDIUNIDADE. - ANEXO N º. 129. - MEDIUNIDADE E EVANGELHO. MANIFESTAÇÕES INCONVENIENTES. - Dr. ODILON FERNANDES. (CARLOS A. BACCELLI.)

            MEDIUNIDADE E EVANGELHO.

    MANIFESTAÇÕES INCONVENIENTES.

            “25. Quando um Espírito inferior se manifesta, pode-se obrigá-lo a retirar-se?

                        Sim, não o escutando mais. Mas como quereis que se retire quando vos divertis com suas torpezas? Os Espíritos inferiores se prendem àqueles que os ouvem com complacência, como os tolos entre vós.”  - (Cap. XXV – Segunda Parte – item 282)

            Por manifestações inconvenientes, referimo-nos àquelas manifestações que ocorrem em locais e momentos inadequados.
            Os Espíritos esclarecidos sabem aguardar o instante e o local apropriados para se manifestarem, respeitando a intimidade dos lares e a disciplina nos centros espíritas; os Espíritos ignorantes, não raro propositadamente, manifestam-se a qualquer hora e em qualquer lugar, valendo-se da invigilância dos médiuns de que se utilizam.
            Consideremos inconvenientes as manifestações que acontecem durante a transmissão de passes (vibrações), nas reuniões de caráter público nos templos espíritas, durante a realização de cultos do Evangelho no lar, nos ambientes de trabalho profissional, nas ruas, nos encontros de jovem, nas aulas de evangelização infantil, nas visitas aos doentes nos hospitais...
            Quando ocorre uma manifestação mediúnica imprevista ou inconveniente, é de bom alvitre que um doutrinador presente, agindo com presteza e com a discrição possíveis, convide o Espírito para se retirar, esperando o momento aconselhável para expressar-se como necessita.
            Os médiuns já com algum conhecimento da doutrina sabem que não devem permitir a passividade quando o ambiente não seja propício; se o fazem carecem ser alertados para que o fato não se repita.
            È muito comum que os médiuns em desenvolvimento, mormente no campo da mediunidade psicográfica, sintam impulsos para escrever a toda hora... Não raro interrompem o trabalho profissional ou a própria refeição para fazê-lo. Isto não deve acontecer. O Espírito, tanto quanto o médium, deve saber que o exercício mediúnico se fundamenta na disciplina.
            É indispensável que o médium principalmente se controle, fazendo prevalecer a sua vontade sobre a vontade do Espírito; se ele cede sempre, pode acabar perdendo o equilíbrio, transformando o seu desenvolvimento mediúnico num caso de obsessão.
            Não sejamos, todavia, tão rigorositas. O bom senso carece de prevalecer em tudo. Esporadicamente, um ou outro caso de manifestação imprevista de um Espírito pode ser “tolerado”. Às vezes, o fato está se dando com a permissão dos Benfeitores Espirituais, aproveitando-se, talvez, das condições favoráveis do momento...  Normalmente, quando existe essa permissão, o Espírito que consegue romper o “bloqueio” e comunicar-se o faz por extrema necessidade sua ou das pessoas às quais se dirige. Pode ser para evitar um suicídio, para dar uma prova da sobrevivência, para “assustar” os descrentes...
            Mas que não permaneça nenhuma dúvida: o local apropriado para exercer a mediunidade é no Centro Espírita e nas reuniões específicas, organizadas conforme as orientações básicas da Doutrina.
            Médium que quer incorporar a todo instante, psicografar a toda hora, que vê e ouve os Espíritos a cada minuto, está sob evidente desequilíbrio e manda a caridade que ele seja alertado a respeito. Pode ser, inclusive, que haja necessidade de uma pausa momentânea em suas atividades mediúnicas, “saneando” o seu psiquismo, a fim de que, depois, ele as retome com mais discernimento e controle sobre as próprias emoções.
            Infelizmente, a verdade é dura mas carece de ser dita: os médiuns acham que a partir do momento em que recebem a primeira comunicação já estão desenvolvidos... É como alguém que passasse a se considerar homem por ter alcançado a maioridade... Crendo-se assim desenvolvidos, eles próprios se dispensam de qualquer estudo do Espiritismo, acreditando que já chegaram onde muitos ainda estão se esforçando para chegar... É que, em geral, os médiuns, crendo que serão instruídos pelos Espíritos, não gostam de estudar. Mas é também por isto que muitas mediunidades não avançam além do primeiro passo dado.
            Os Espíritos não tem o direito de ser inconvenientes em suas manifestações; quando o são, parcela dessa inconveniência deve ser tributada à invigilância é a indisciplina dos médiuns.

Fonte: Livro Mediunidade e Evangelho - Odilon Fernandes (Espírito) Psicografado por Carlos A. Baccelli - 6 o. Edição - Editora Instituto de Difusão Espírita - Araras - SP – Janeiro/2008..


                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - SEGUNDA FEIRA.

                       A ARTE DE VIVER COM...

                  TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

                       ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                                          SEGUNDA FEIRA.

              1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

              2 o. - ROTEIRO DE INICIAÇÃO AO ESTUDO DO
                      ESPIRITISMO.

              3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

              4 o. - TEMAS SOBRE A FAMÍLIA.

              5 o. - ESTUDANDO O LIVRO DOS MÉDIUNS.

                                                                           RHEDAM.


                                    RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA O DIA 19 DE JANEIRO.

        Mensagens do Mês de Janeiro Dia: 19

“Auto estima e renovação interior: - A enxada que não utilizas, cria ferrugem”. 

                                                                               Emmanuel.

                      DEVAGAR, MAS SEMPRE.

“Mas ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo se renova de dia em dia”.

                                                       - Paulo. (II CORÍNTIOS, 4:16.)

            Observa o espírito de seqüência e gradação que prevalece nos mínimos setores da Natureza.
            Nada se realiza aos saltos e, na pauta da Lei Divina, não existe privilégio em parte alguma.
            Enche-se a espiga de grão em grão.
            Desenvolve-se a árvore,milímetro a milímetro.
            Nasce a floresta de sementes insignificantes.
            Levanta-se a construção, peça por peça.
            Começa o tecido nos fios.
            As mais famosas páginas foram produzidas, letra a letra.
            A cidade mais rica é edificada, palmo a palmo.
            As maiores fortunas de ouro e pedras foram extraídas do solo, fragmento a fragmento.
            A estrada mais longa é pavimentada metro a metro.
            O grande rio que despeja no mar é conjunto de filetes líquidos.
            Não abandones o teu grande sonho de conhecer e fazer, nos domínios superiores da inteligência e do sentimento, mas não te esqueças do trabalho pequenino, dia a dia.
            A vida é processo renovador, em toda parte, e segundo a palavra sublime de Paulo, ainda quea carne se corrompa, a individualidade imperecível se reforma, incessantemente.
            Para que não nos modifiquemos, todavia, em sentido oposto a expectativa do Alto, é indispensável saibamos perseverar com o esforço de auto-aperfeiçoamento, em vigilância constante, na atividade que nos ajude e enobreça.
            Se algum ideal divino te habita o espírito, não olvides o servicinho diário, para que te concretize em momento oportuno.
            Há ensejo favorável a realização?
            Age com regularidade, de alma voltada para a meta.
            Há percalços e lutas, espinhos e pedrouços na senda?
            Prossegue mesmo assim.
            O tempo, implacável dominador de civilizações e homens, marcha apenas com sessenta minutos por hora, mas nunca se detém.
            Guardemos a lição e caminhemos para a diante, com a melhoria de nós mesmos.
            Devagar, mas sempre.

            Fonte: Livro “FONTE VIVA” - EMMANUEL. Francisco C. Xavier. – 10a. Edição - Editora FEB. - Rio de Janeiro, R - 1982.


                                   RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - SEMANAL.

                        A ARTE DE VIVER COM...

                   TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

                       ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                                      DOMINGO.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - PRECES ESPÍRITAS.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - MENSAGENS E PENSAMENTOS PARA A MULHER.


                                 SEGUNDA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - ROTEIRO DE INICIAÇÃO AO ESTUDO DO
         ESPIRITISMO.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - TEMAS SOBRE A FAMÍLIA.

5 o. - ESTUDANDO O LIVRO DOS MÉDIUNS.

                                 TERÇA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - APRENDENDO COM CHICO XAVIER.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - TEMAS SOBRE O JOVEM E SEUS PROBLEMAS.
       - MENSAGENS PARA OS JOVENS.

5 o. - MENSAGENS PARA A UNIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO.

         CAMPANHA: USE - SÃO PAULO. - FEB.

                                 QUARTA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - HISTÓRIA DO ESPIRITISMO.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - GOTAS EVANGÉLICAS.
      - ESTUDANDO O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO.

5 o. - EVANGELHO NO LAR - CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO.

                                 QUINTA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - PARA MEDITAR COM TEMAS DO ESPIRITISMO.
       - PENSAMENTOS AUTORES DIVERSOS.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - MENSAGEM SOBRE A CRIANÇA.

5 o. - DIVULGADO O NAR-ANON.

                                 SEXTA FEIRA.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - MENSAGEM SOBRE “A ARTE DE VIVER COM...”.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - DIVULGANDO O LIVRO ESPÍRITA.

5 o. - ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS.

                                  SÁBADO.

1 o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2 o. - POEMAS ESPÍRITAS - PARNASO DE ALÉM TÚMULO.

3 o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4 o. - VULTOS DO ESPIRITISMO.

5 o. - CONHECENDO OS ANIMAIS A LUZ DO ESPIRITISMO.


                                                  RHEDAM.


                                               RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)