terça-feira, 18 de julho de 2017

- MENSAGEM ESPECIAL. - PASSES CURATIVOS. - BATUÍRA. (CHICO XAVIER.)



                  PASSES CURATIVOS.

            Quando enfermidades ou perturbação vos visitem recordai o passe curativo no clima da oração.
            A prece-rogativa alcança o Plano Espiritual por petição de socorro, granjeado o amparo dos Mensageiros do Bem que vos mobilizarão as energias para a reestruturação de vossos recursos orgânicos e espirituais.
            O passe curativo e reconfortador é bênção medicamentosa que verte dos Céus para a Terra, aragem da paz que alivia e recompõe.
            Nunca nos esqueçamos de que Jesus socorria os necessitados e os doentes usando as mãos.

Fonte: Livro “MAIS LUZ” - ANTONIO GONÇALVES DA SILVA - BATUÍRA, psicografado por Francisco Cândido Xavier - 4a. Edição - Editora GEEM - São Bernardo do Campo, SP - 1976.

                        RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- PROBLEMAS DE DROGAS EM SUA FAMÍLIA OU AMIGOS? - PROCURE O NAR-ANON!. - / - N º. 202. - APOIO FRATERNO. - Auxiliando Almas a Vencer a Dependência Química. - DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS.- OPIÓIDES. GRUPO APOIO FRATERNO.

                   APOIO FRATERNO.

         Auxiliando Almas a Vencer a Dependência Química.

DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS.

                                   (de acordo com Mari, 2002)

            Os OPIÓDES (dolantina, meperidina, demerol, algafan, belacodid, heroína, morfina, ópio e outros medicamentos à base de codeína).
            São substâncias obtidas a partir do alcalóide de uma espécie de papoula. Todas essas drogas possuem efeitos semelhantes. Algumas são utilizadas como medicamento (por exemplo, a morfina é usada para tratamento da dor e a codeína como sedativo da tosse).
            Entre os derivados do ópio, heroína é a substância mais freqüentemente usada de forma indevida, além de ser a que mais freqüentemente provoca dependência física. Além da sensação de conforto e bem estar comum a todos os opiódes, o uso da heroína injetável provoca uma sensação agradável, freqüentemente comparada ao orgasmo.
            A heroína pode ser fumada ou inalada. O uso por períodos de tempo prolongados faz desaparecer alguns efeitos colaterais desagradáveis (náuseas e vômitos, como exemplo).
            Quando se interrompe o uso sistemático de um opíóides, é freqüente o aparecimento da síndrome de abstinência.
            Os principais efeitos do uso de substâncias opiódes são as sensações de orgasmo seguido de sonolência e diminuição das pupilas. Em casos de superdosagem, o individuo manifesta depressão respiratória, diminuição da pressão, sonolência e coma.
            Na abstinência surgem bocejos, lacrimejamentos, corrimento nasal, suor excessivo, dores musculares e abdominais, aumento da temperatura corporal, dilatação das pupilas, aumento da pressão arterial e ereção dos pêlos.

            Por que meios podemos neutralizar a influência dos  maus Espíritos?

            “Praticando o bem e pondo toda vossa confiança em Deus, repelireis a influência dos Espíritos inferiores e destruireis o império que queiram ter sobre vós. Evitai escutar as sugestões dos Espíritos que vos suscitam maus pensamentos, que sopram a discórdia entre vós e excitam todas as paixões más. Desconfiai sobretudo dos que exaltam o vosso orgulho, porque eles vos atacam na vossa fraqueza. Essa a razão por que Jesus vos ensinou a dizer, na oração dominical: Senhor! Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.”  (O Livro dos Espíritos, questão 469)

            Fonte: Livro APOIO FRATERNO - Edson Luis dos Santos Cardozo e Autores Diversos - 3ª edição - Grupo Espírita Seara Do Mestre - Santo Ângelo, RS - Julho 2010.

                                    RHEDAM. (rhedam@gmail.com)

- MENSAGEM SOBRE A CRIANÇA. - N º. 202. - ORIGEM DA VIOLÊNCIA. - JOAMAR ZANELINI NAZARETH.



                 ORIGEM DA VIOLÊNCIA.

            A ausência de valores morais superiores leva o espírito a buscar caminhos ásperos e dolorosos traçados pela ignorância.
            O egoísmo, o orgulho, a vaidade, a ambição são monstros devoradores das melhores oportunidades de elevação e progresso espiritual.
            Onde há preconceito, divisão, desrespeito ao próximo, rebeldia, o homem esquece sua racionalidade, desprezando a razão e o bom-senso conquistados em milênios de luta, trabalho e dor, adquirindo pesados débitos que custarão o preço de suor e lágrimas.
            Emmanuel nos alerta: “Não enfatizes qualquer problema de raça ou crença, de preconceito ou separatividade, buscando, ao invés disso, cooperar com a união que a todos nos cabe conquistar perante Deus”.
            É preciso observar nosso mundo íntimo, nossas reações ante situações imprevistas, nossa capacidade de absorver prejuízos materiais e morais, analisando em nossos filhos essas reações em meio à singeleza das brincadeiras.
            Crianças que destroem brinquedos, objetos domésticos, estragam paredes, móveis, matam animais e plantas, gritam continuadamente, explodem em birra à menor contrariedade, demonstram ervas daninhas que devem ser combatidas pelos pais, para que não se transformem em caminho para a irresponsabilidade e o crime, gerando violência. Habituando-se desde as pequenas transgressões, à disciplina e ao equilíbrio, estaremos imunizando-os contra as grandes atitudes de desequilíbrio.
            Como exemplo de sutil análise de psicologia infantil. Chico Xavier coloca: “Criança que gosta de rasgar papéis é uma criança até certo ponto agressiva. Não podemos permitir que tenha uma liberdade nociva”.
           
Fonte: Livro “UM DESAFIO CHAMADO FAMÍLIA” - autor JeomarZanelini Nazareth - 3 a. Edição - Minas Editora - Araguari, MG - 2000.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- NOTAS ESPIRITUAIS. - MENSAGEM DE JOANNA DE ÂNGELIS. - JUSTIÇA EM NÓS MESMO XI. - JOANNA DE ÂNGELIS. (DIVALDO P. FRANCO.)

MENSAGEM DE JOANNA DE ÂNGELIS. (DIVALDO P. FRANCO.)

         JUSTIÇA EM NÓS MESMO XI.

            Viveram para si mesmos, esmagando esperanças alheias, trucidando alheias aspirações.

                                                           Joanna de Ângelis. – Divaldo Pereira Franco.

Fonte: Dimensões da Verdade - Joanna de Ângelis - D. P. Franco, - 2º. Edição - Livraria Espírita Alvorada Editora - Salvador BA - 1977.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA MEDITAR. - N º. 243. A MORTE ESPIRITUAL I. - ALLAN KARDEC.



              A MORTE ESPIRITUAL I.

“A questão da morte espiritual é um dos novos princípios que assinalam os progressos da ciência espírita. A maneira por que foi apresentada em certa teoria pessoal determinou, no primeiro momento, a sua rejeição, porque parecia implicar o aniquilamento, em dado tempo, do eu individual e assimilar as transformações da alma às da matéria, cujos elementos se desagregam para formar novos corpos. Os seres ditosos e aperfeiçoados seriam, na realidade, novos seres, o que é inadmissível. A eqüidade das penas e dos gozos futuros só se evidencia com a perpetuidade dos seres ascendendo a escala do progresso e depurando-se pelo trabalho e pelos esforços da vontade própria.”

                                                                                  ALLAN KARDEC.

            Fonte: O Livro “OBRAS PÓSTUMAS”, - Allan Kardec –27 a. Edição. –Instituto de Difusão Espírita , - Araras, SP. – Maio 2012.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG: - A ARTE DE VIVER COM... - QUINTA FEIRA.

                A ARTE DE VIVER COM...

            TODOS OS DIAS UMA NOVA MENSAGEM.

               ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO DO BLOG.

                               QUINTA FEIRA.

1o. - MENSAGEM PARA O DIA.

2o. - PARA MEDITAR COM TEMAS DO ESPIRITISMO
                 - PENSAMENTOS DE AUTORES DIVERSOS.

3o. - NOTAS ESPIRITUAIS - AUTORES DIVERSOS.

4o. - MENSAGEM SOBRE A CRIANÇA.

            5o. – MENSAGEM DE AUXÍLIO NO TRATAMENTO DA CO-ADICÇÃO.

                                                                                   RHEDAM.

                                   RHEDAM..(mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA O DIA 20 DE JULHO.



       Mensagens do Mês de Julho Dia: 20

"Somos na humanidade Total, milhões e milhões de seres, viajando do instinto para a inteligência, da inteligência para a razão e da razão para a angelitude".

EMMANUEL
                                              
                                SERVICINHOS.

            “Antes sede uns para com os outros benignos”. - Paulo. (Efésios, 4:32.

            Grande massa de aprendizes queixa-se, por vezes, da ausência de grandes oportunidades nos serviços do mundo.
            Aqui, é alguém desgostoso por não haver obtido um cargo de alta relevância; ale, é um irmão inquieto porque inda não conseguiu situar o nome na grande imprensa.
            A maioria anda esquecida do valor dos pequenos trabalhos que se traduzem, habitualmente, num gesto de boas maneiras, num sorriso fraterno e consolador... Um copo de água pura, o silêncio ante o mal que não comporta esclarecimentos imediatos, um livro santificante que se dá com amor, uma sentença carinhosa, o transporte de um fardo pequenino, a sugestão do bem, a tolerância em face de uma conversação fastidiosa, os favores gratuitos de alguns vinténs, a dádiva espontânea ainda que humilde, a gentileza natural, constituem serviços de grande valor que raras pessoas tomam à justa consideração.
            Que importa a cegueira de quem recebe? Que poderá significar malevolência das criaturas ingratas, diante do impulso afetivo dos bons corações?Quantas vezes, em outro tempo, fomos igualmente cegos e perversos para com o Cristo, que nos tem dispensado todos os obséquios, grandes e pequenos?
            Não te mortifiques pela obtenção do ensejo de aparecer nos cartazes enormes do mundo. Isso pode traduzir muita dificuldade e perturbação para teu espírito, agora ou depois.
            Sê benevolente para com aqueles que te rodeiam.
            Não menospreze os servicinhos úteis.
            Neles repousa o bem estar do caminho diário para quantos se congregam na experiência humana.

                                                                       Emmanuel. (Chico Xavier).

Fonte: Livro “VINHA DE LUZ” - EMMANUEL - Psicografado Por FRANSCICO C. XAVIER - 10º. Edição - Editora FEB - Rio de Janeiro – 1982.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)