terça-feira, 31 de janeiro de 2017

- MENSAGEM PARA O DIA 01 DE FEVEREIRO.


Mensagens do Mês de Fevereiro Dia: 01

“Deus, com o tempo, oferece ao homem todas as oportunidades que se lhes fazem necessárias ao aperfeiçoamento”.                                                    

                                                           José Villela de Andrade.

                     UNIÃO FRATERNAL.

               “Procurando guardar a unidade do espírito, pelo vínculo da paz.” – Paulo. (Efésios, 4:3.)

            À frente de teus olhos, mil caminhos se descerram, cada vez que te lembras de fixar a vanguarda distante.
            São milhões de sendas que marginam a tua.
            Não olvides a estrada que te éreportas-te à união, como se os demais viajores da vidadevessem gravitar ao redor de teus passos...
            Une-te aos outros, sem exigir que os outros se unam a ti.
            Procura o que seja útil e belo, santo e sublime e segue adiante...
            A nascente busca o regato, o regato procura o rio e o rio liga-se ao mar.
            Não nos esqueçamos de que a unidade espiritual é serviço básico da paz.
            Observas o irmão que se devota às crianças?
            Reparas o companheiro que se dispôs ajudar os doentes?
            Identifica o cuidado daquele que se faz o amigo dos velhos e dos jovens?
            Assinalas o esforço de quem se consagrou ao aprimoramento do solo ou à educação dos animas?
            Aprecia o serviço daquele que se converteu em doutrinador da extensão do bem?
            Honra a cada um deles, com o teu gesto de compreensão e serenidade, convencido de que só pelas raízes do entendimento pode sustentar-se a árvore da união fraterna, que todos ambicionamos robusta e farta.
            Não admitas que os outros estejam enxergando a vida através de teus olhos.
            A evolução é escada infinita. Cada qual abrange a paisagem de acordo com o degrau em que se coloca.
            Aproxima-te de cada servidor do bem, oferecendo-lhe o melhor que puderes, e ele te responderá com a sua melhor parte.
A guerra é sempre fruto venenoso da violência.
A contenda estéril é resultado da imposição.
A união fraternal é o sonho sublime da alma humana, entretanto, não se realizará sem nos respeitemos uns aos outros, cultivando a harmonia à face do ambiente que fomos chamados a servir. Somente alcançaremos semelhante realização “procurando guardar a unidade do espírito pelo vínculo da paz”.

Fonte: Livro “FONTE VIVA” - EMMANUEL. Francisco C. Xavier. –10a.edição - Editora FEB. - Rio de Janeiro, R - 1982.

                                   RHEDAM.(mzgcar@gmail.com)

- EVENTOS ESPÍRITAS DO MÊS DE FEVEREIRO:

EVENTOS ESPÍRITAS DO MÊS DE FEVEREIRO:

- 01/02/1834. – Nasce em Laranjeiras, na então província do Sergipe, Francisco Leite de Bittencourt Sampaio. (3)
 
- 01/02/1856. –Nasce em Resende, rio de Janeiro, Anália Emilia Franco, professora humanitária, criadora de inúmeras obras educacionais e assistências. (3)

- 01/02/1905. – Nasce em Pacatuba, Ceará, Francisco Peixoto Lins, o Peixotinho, médium de efeitos físicos. (3)

- 06/02/1832. - É realizado o enlace matrimonial entre Amélie Gabriele Boudet com o professor Denizard Hippolite Léon Rivail - mais tarde o Codificador Allan Kardec - passando a residir no prédio onde estava instalado o “Instituto Técnico Rivail”. (1)

- 06/02/1915. – Desencarna, no Rio de Janeiro, Joaquim Carlos Travassos, tradutor do Pentateuco kardequiano. (3)

- 07/02/1901. - Desencarna em Natal, Rio Grande do Norte a poetisa Auta de Souza. (3)

- 12.02/1809. – Abraham Lincoln, presidente dos Estados Unidos, realiza reuniões mediúnicas na Casa Branca. (3)

- 15/02/1925. – Lançamento da “Revista Internacional de Espiritismo” (RIE), por Cairbal Schutel, em Matão, SP. (3)

- 15/02/1926. - Desencarna Gabriel Delanne. (3)
 
- 16/02/1947. – Desencarna, em Pirapitingui, São Paulo, Jesus Gonsalves. Contraiu hanseníase aos 27 anos, foi poeta teatrólogo, tendo se convertido ao Espiritismo e fundado a Sociedade Santo Agostinho. (3)

- 17/02/1827. – Desencarna Johann Heinrich Pestalozzi, Na Suíça. (3)

- 17/02/1958. - Desencarnou, Cornélio Pires, poeta, jornalista, teatrólogo, humorista e escritor, caracterizou sua cresça espírita em dois livros: “Coisas do outro Mundo” e “onde Estás, ó Morte”? (1)

- 18/02/1891. - Foi fundado o Grupo Espírita Regeneração - Casa dos Benefícios, na cidade do Rio de Janeiro, RJ, pelo Dr. Bezerra de Menezes. (2)

- 20/02/1822. - Desencarnou e Salvador, Madre Joana Angélica de Jesus, Joanna de Ângelis. Foi assassinada durante as lutas da independência do Brasil ao defender o convento no qual era Abadessa. Nasceu na mesma cidade em 11/12/1762. (1)

26/02/1802. - Na França, nasce o escritor humanista Vitor Hugo; devido a seu idealismo foi exilado para a ilha de Guernesey (Jersi) em 1851, retornando em 1870; em Guernesey conheceu madame Girardin que o encaminhou ao espiritismo, e cujas sessões foram narradas por ele e depois publicadas por Camille Flammarion nos “Anais Políticos e Literários”, em 1899. (1)
26/02/1842. – Nasce Camille Flammarion. (3)

Fonte:  (1) - Agenda Renascer - 2002 - Editora EME.
            (2) - Revista Reformador. No. 2163. - Junho de 2009. - edição FEB. - Rio de Janeiro, RJ.
            (3) Mensagens Espíritas. (2008). Edições Léon Denis.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM ESPECIAL. - A PRECE. - BATUÍRA. (CHICO XAVIER.)



                            A PRECE.

            A oração não será um processo de fuga do caminho escuro que nos cabe percorrer, mas constituirá uma abençoada luz em nosso coração, clareando-nos a marcha.
            Não representará uma porta de escape ao sofrimento regenerativo de que ainda carecemos, mas expressará um bordão de arrimo, com o auxílio do qual superaremos a ventania da adversidade, no rumo da bonança.
            Não será um privilégio que nos exonere da enfermidade retificadora, ambientada em nosso próprio templo orgânico pela nossa incúria e pela nossa irreflexão, no abuso dos bens do mundo, entretanto, comparecerá por remédio balsamizante e salutar, que nos renove as energias, em favor de nossa própria cura.
            Não será uma prerrogativa indébita que nos isente da luta humana, imprescindível ao nosso aperfeiçoamento individual, todavia, brilhará em nossa experiência por sublime posto de reabastecimento espiritual, suscetível de garantir-nos a resistência e o valor na tarefa de renunciação e sacrifício em que nos cabe perseverar.
            Não será uma outorga de recursos para que os nossos caprichos pessoais sejam atendidos, no jardim de nossas predileções aflitivas, contudo, será uma dispensação de forças para que possamos tolerar galhardamente as situações mais difíceis, diante daqueles que nos desagradam, em sociedades ou em família, ajudando-nos, pouco a pouco, a edificar o santuário da verdadeira fraternidade no próprio coração, em cujo altar amealharemos o tesouro da paz e do discernimento.
            Ainda mesmo que te encontres no labirinto quase inextricável das provações inflexíveis, ainda mesmo que a tua jornada se alongue sob o granizo da discórdia e da incompreensão, em plena sombra cultiva a prece, com a mesma persist6encia que empregas na procura diária da água para a sede e do pão para a fome do corpo.
            Na dor, ser-te-á divino consolo, na perturbação constituirá tua bússola.
            Não olvides que a permanência na Terra é uma simples viagem educativa de nossa alma, no espaço e no tempo, e não te esqueças de que somente pela oração descobriremos cada dia, o rumo que nos conduzirá de retorno aos braços amorosos de Deus.

                                                                                  BATUÍRA. (CHICO XAVIER.)

Fonte - MAIS LUZ - BATUIRA - F. C. XAVIER- 4º Edição - Grupo Espírita Emmanuel Editora- São Bernardo do Campo, SP. - 1976 –

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA A UNIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO. - NÃO ENTENDEM. - EMMANUEL. (CHICO XAVIER.)

                          NÃO ENTENDEM.

            “Querendo ser doutores da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam”. - Paulo. (I Timóteo, 1:7.)

            Em todos os lugares surgem multidões que abusam da palavra.
            Avivam-se discussões destrutivas, na esfera da ciência, da política, da filosofia, da religião. Todavia, não somente nesses setores da atividade intelectual se manifestam semelhantes desequilíbrios.
            A sociedade comum, em quase todo o mundo, é campo de batalha, nesse particular, em vista da condenável influência dos que se impõem por doutores em informações descabidas. Pretensiosas autoridades nos pareceres gratuitos, espalham a perturbação geral, adiam realizações edificantes, destroem grande parte dos germes do bem, envenenam fontes de generosidade e fé e, sobretudo, alternando as correntes do progresso, convertem os santuários domésticos em trincheiras da hostilidade cordial.    São esses envenenadores inconscientes que difundem a desarmonia, não entendendo o que afirmam.
            Quem diz, porém, alguma coisa está semeando algo no solo da vida, e quem determina isto ou aquilo está consolidando a semeadura.
            Muitos espíritos nobres são cultivadores das árvores da verdade, do bem e da luz; entretanto, em toda parte movimentam-se também os semeadores do escalracho da ignorância, dos cardos da calúnia, dos espinhos da maledicência. Através deles opera-se a perturbação e o estacionamento. Abusam do verbo, mas pagam a leviandade a dobrado preço, porquanto, embora desejem ser doutores da lei e por mais intentem confundir-lhe os parágrafos e a ainda dilatem a própria insensatez por muito tempo, mais se aproximam dos resultados de suas ações, no circulo das quais, essa mesma lei lhes impõe as realidades da vida eterna, através da desilusão, do sofrimento e da morte.

                                                           Emmanuel. (Chico Xavier).

Fonte: Livro “VINHA DE LUZ” - EMMANUEL - Psicografado Por FRANSCICO C. XAVIER - 10º. Edição - Editora FEB - Rio de Janeiro - 1982.

                        (RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- MENSAGEM PARA OS JOVENS. N º. 188. - ESCLARECENDO AS DÚVIDAS DOS JOVENS! - O MÉDIUM ATUANTE... - REVISTA INDORMAÇÃO.

ESCLARECENDO AS DÚVIDAS DOS JOVENS!

                         O MÉDIUM ATUANTE...
.
O médium atuante, ou seja, aquele que possuí os recursos mediúnicos desenvolvidos, é mais propenso à obsessão?

Existe uma confusão generalizada em torno da relação mediunidade e obsessão. “O LIVRO DOS MÉDIUNS”, que é uma obra específica sobre mediunidade, trata da obsessão em médiuns. Mas isso não quer dizer, absolutamente, que somente os médiuns são obsediáveis ou que a mediunidade seja causa da obsessão. Embora exista uma relação tipo mediúnica durante o processo obsessivo, entre o obsessor e obsidiado, não há uma relação causal entre mediunidade e obsessão. A problemática da obsessão decorre das causas morais, como aponta Kardec no último Capítulo de “O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO”, “Coletânea de Preces Espíritas.
Durante o desenvolvimento da mediunidade, o indivíduo passa por um período de relativa perturbação emocional, que não caracteriza a chamada obsessão Está é uma ação persistente, segundo Kardec, do desencarnado sobre o encarnado, que advém de problemas anteriores, geralmente de dívidas morais de um para o outro  Para Kardec, assim como as doenças físicas têm causas físicas e, neste caso, o corpo deve ser tratado com os medicamentos adequados, assim também a obsessão tem causas morais e, neste caso, a alma é que deve ser tratada. No caso específico de um médium atuante no meio espírita, ele poderá se expor à obsessão por causa do procedimento moral, tornando-se alvo fácil de espíritos inimigos dele ou da Doutrina. Mas a mediunidade em si não é causa de obsessão.

Pergunta elaborada por:  Dejanira Ferraresi. –  VERA CRUZ. SP.

Fonte: Revista Informação – Ano XVII – Nº. 193. - Dezembro de 1992.

                        RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- NOTAS ESPIRITUAIS. - MENSAGEM DE JOANNA DE ÂNGELIS. - BENEFÍCIO E GRATIDÃO XVI. - JOANNA DE ÂNGELIS. (DIVALDO P. FRAN


MENSAGEM DE JOANNA DE ÂNGELIS. (DIVALDO P. FRANCO.)

                         BENEFÍCIO E GRATIDÃO XVI.

            Gostarias, sim, de recolher gratidão, amizade, compreensão... Todos nós gostaríamos de experimentar os pomos da gratidão.

                                                           Joanna de Ângelis. – Divaldo Pereira Franco.

Fonte: Dimensões da Verdade - Joanna de Ângelis - D. P. Franco, - 2º. Edição - Livraria Espírita Alvorada Editora - Salvador BA - 1977.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

- APRENDENDO COM CHICO XAVIER. - N º. 189. - O FENÔMENO III. - CARLOS A. BACCELLI.

  CHICO XAVIER POR ELE MESMO.

                    O FENÔMENO III.

            Hoje, com as investigações parapsicológicas, já há alguns fenômenos mediúnicos explicáveis – mas o próprio pensamento humano é em si um insondável mistério, como resume Ciryl Burt, citado por Koestler em The Roots Of Coincidense.     “How the motions of material particles could possibly generate this inssubstacial pageant remained mystery”.(Com o movimento ou deslocamento das partículas materiais poderá ser capaz produzir a descoberta ou conhecer este mistério.)

            Fonte: - “CHICO XAVIER Por Ele Mesmo. – Autores Diversos, - 1 ª. edição, - Editora Martin Claret Ltda, - São Paulo, SP, - Outubro de 1994.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)