quarta-feira, 5 de julho de 2017

- MENSAGEM SOBRE A CRIANÇA. - N º. 200. - A VIOLÊNCIA SOCIAL E A CRIANÇA.- JOAMAR ZANELINI NAZARETH.

 A VIOLÊNCIA SOCIAL E A CRIANÇA.

            “Não lances a lenha do azedume ou da crítica na fogueira das tribulações coletivas”.
                                                           Emmanuel. (Livro: “Pronto socorro”.)

            Vivemos numa época em que, infelizmente, a violência passou a fazer parte do cotidiano.
            O que é violência? Consultando o dicionário, temos a definição: violência é qualquer força material ou moral contra a vontade ou a liberdade de uma pessoa.
            Completamos: Violência é qualquer ato nosso em desrespeito ao livre-arbítrio do próximo, opondo-nos ao direito e a justiça, praticando constragimento físico ou moral.
            Diz-nos Chico Xavier: “A violência é sem duvida, algo de nossa própria natureza humana, quando irrompe indebitamente, apresentando aquilo que a justiça nos ensina a nomear como sendo periculosidade. Quando a nossa periculosidade atinge graus altos, aparece a violência;;;”.
            Assim, podemos dividir a violência em três tipos de manifestação: Física (agressões, assaltos, etc.), verbal (gritos, palavrões, calúnia, etc.) e moral- espiritual (ódio, desejo de vingança, vibrações de destruição, etc.). Externa-se de diversas formas, das mais visíveis às mais disfarçadas, nos diversos locais; na rua, no transito, no esporte, na sexualidade, nas clínicas de aborto, no lazer, na escola, no trabalho, na natureza, nos vícios, nas guerras, nos meios de comunicação, até mesmo no lar, etc.

Fonte: Livro “UM DESAFIO CHAMADO FAMÍLIA” - autor JeomarZanelini Nazareth - 3 a. Edição - Minas Editora - Araguari, MG - 2000.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário