domingo, 18 de junho de 2017

- MENSAGEMESPECIAL. - SE TRABALHARMOS...- BATUÍRA. (CHICO XAVIER.)



                   SE TRABALHARMOS...      

            É verdade que as dissensões são ainda grandes no campo de atividade que nos foi concedido lavrar, mas se trabalharmos pela harmonia, a harmonia nos assegurará mais amplo rendimento na Seara do Bem.
            É verdade que a incompreensão ainda nos afronta as melhores esperanças nas obras em andamento, nos vários setores do Cristianismo Redivivo, entretanto, se trabalharmos a aceitação das realidades do Espírito nos facilitará as tarefas de ordem geral, a fim de que todos nos irmanemos para o êxito desejado, na desincumbência dos compromissos assumidos.
            É verdade que lutas e deserções se observam, aqui e além, dificultando-nos a movimentação em serviço na lavoura de Luz, todavia, se trabalharmos é possível sanar todas as falhas e claros abertos nas fileiras da nossa legião de fraternidade em Jesus para que as promessas d’Ele - o Senhor - se cumpram devidamente.
            É verdade que problemas e desafios nos visitam em todas as direções, no entanto, se trabalharmos obstáculos e crises serão afastados, em definitivo, através de soluções generosas e justas, para que os programas do Mais alto se realizarem no levantamento da Terra Melhor do futuro.
            Esta é a verdade: não nos é lícito negar a existência de faltas, conflitos, fraquezas, negações, tentações, omissões, empeços e Doutrina Espírita foi trazida a operar, cooperando com Jesus na edificação do porvir... Nada disso podemos realmente desconhecer... Mas se trabalharmos - se nos dispusermos a trabalhar servindo sempre, com esquecimento de nós mesmos - todo ódio se converterá em amor, todo sofrimento se transubstanciará em alegria, toda lágrima se fará bênção, toda aflição se erigirá por ensinamento e toda sombra se transformará em luz para sempre.

Fonte: Livro “MAIS LUZ” - ANTONIO GONÇALVES DA SILVA - BATUÍRA, psicografado por Francisco Cândido Xavier - 4a. Edição - Editora GEEM - São Bernardo do Campo, SP - 1976.

                                   RHEDAM. (mzgcar@gmail.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário